Volume de Bitcoin da BitMEX cai para mínima de 7 meses e provoca temores

Domingo, 31 de março, o volume diário de Bitcoin cai para US$405 milhões quando o preço do criptoativo está entre US$4.000 e US$4.200.

Desde então, a exchange BitMEX permanecia com mais de US$2 bilhões na média de transações diárias no recorte de sete meses. Até semana passada. No último sábado 12 de outubro, o volume médio de transações na BitMEX atingiu a maior baixa dos últimos sete meses. De março até agora, menos de US$900 milhões foram negociados em derivativos na exchange.

Nos últimos dois meses, o preço do Bitcoin caiu de pouco menos de US$12.000 para US$7.700. Em meados de agosto, quando o preço do principal criptoativo do mercado parecia demonstrar um forte momento em US$11.969, o volume negociado na BitMEX estava acima de US$16 bilhões, depois de atingir um recorde em 27 de junho em US$26 bilhões.

Embora o volume de Bitcoin tenha demonstrado leve recuperação desde o último sábado, quando comparado ao pico de agosto ao ponto mais baixo de outubro, o volume diário de BTC caiu 95%, indicando os mesmos níveis do início de 2019.

O baixo volume em meio à clara consolidação pode indicar que não há demanda e atividade de compra suficientes na região de US$8.000 para desencadear uma repentina tendência de reversão para acima de um nível importante de resistência em US$ 10.000.

Traders como Josh Rager e DonAlt observaram que o BTC poderia reverter se se recuperasse para níveis importantes acima de US$9.500. Mas, mesmo a estrutura técnica do ativo favorece uma tendência de baixa sem fatores fundamentais claros para garantir um grande movimento de alta no curto prazo. Rager disse:

“Atualmente está sem força e com a incapacidade de fechar acima da área de US$8.375, depois de um alarme falso para US$8.800, pois não sustentou pela falta de volume… Desculpe, não há razão para me sentir otimista tão cedo, até que esse intervalo termine.”

Embora muitos investidores tenham antecipado o lançamento de plataformas de negociação regulamentadas como um fator para a potencial próxima alta do Bitcoin, plataformas como a Bakkt mostraram sinais de crescimento mas não volume suficiente para impactar de forma representativa o Bitcoin e o mercado de criptomoedas como um todo.

Um trader da empresa de gerenciamento de investimentos em criptoativos Arca disse que a Bakkt pode fazer uma grande diferença a longo prazo. No curto prazo, no entanto, é improvável que mude o curso de tendência das criptomoedas.

A Bakkt registrou um aumento de 800% em seu volume em 10 de outubro, mas, de acordo com o analista de mercados globais Alex Krüger, não foi significativo.

“A ‘explosão’ do volume da Bakkt é irrelevante, pois é minúscula em termos absolutos. Isso é conhecido como efeito de base baixo”, disse ele para CNBC.

O mercado de criptomoedas pode levar semanas ou meses para se recuperar dos quase 40% drenados do valor de mercado nos últimos três meses e o surgimento de novas plataformas de negociação provavelmente não atuarão como variáveis-chave em termos absolutos.

Leia também: Tether vê seu volume diário aumentar para US$36 bilhões após recente queda do Bitcoin

Forex Crypto News: Cripto Facil