Vasco da Gama torna-se membro de iniciativa que envolve blockchain

Criptomoedas, blockchain e esporte têm se relacionado nos últimos meses. Recentemente, o CriptoFácil noticiou um jogo por meio do qual é possível “capturar” tokens de fã da Juventus, o famoso time de futebol italiano.

No dia 19 de novembro, o clube de futebol Vasco da Gama anunciou que será o único clube brasileiro a participar de um novo grupo focado em inovação no esporte. O nome da iniciativa é Sport Innovation Alliance e envolve clubes de futebol de diferentes países, com o objetivo de construir uma comunidade para criar uma rede de tendências inovadoras dentro do esporte – especialmente, a forma como negócios são feitos dentro do ramo.

De acordo com a publicação do clube:

“No momento, os clubes de futebol são desafiados a enfrentar processos de transformação digital, desenvolvimento de novas tecnologias, inovação e aprimoramento de processos com recursos e experiência limitados. É cada vez mais comum lidar com conceitos como Inteligência Artificial, Big Data, blockchain e similares, ligados ao mundo do esporte e às inovações de que o setor precisa para todas as suas áreas, desde a administração de estádio até o engajamento dos fãs.”

O Vasco completa que tais processos de inovação geralmente são caros, o que leva à uma escassez de casos de sucesso – consequentemente levando à uma fonte pequena para buscar e adequar inovações.

Pelo trecho do comunicado do clube, nota-se que a Sport Innovation Alliance está disposta a explorar a tecnologia blockchain e demais tecnologias da Indústria 4.0 para mudar a forma como negócios são conduzidos no esporte.

A necessidade de mudança surge, de acordo com o clube, da grande complexidade em torno da principal fonte de renda tradicional de times de futebol: os patrocínios. Segundo o Vasco em seu comunicado, “os anunciantes exigem cada vez mais retorno do seu investimento, bem como um maior impacto geográfico nas suas ações de publicidade”.

O Vasco da Gama junta-se a clubes como Real Sociedad, o italiano Cagliari, o holandês Feyenoord e o polonês Legia. A Sport Innovation Alliance também conta com clubes sulamericanos, como Universidade Católica, do Chile, Clube Atlético Nacional, da Colômbia, Sporting Cristal, do Peru e Club Atlético Peñarol, do Uruguai.

Em uma breve descrição sobre o que a aliança pretende seguir, nota-se que o caminho entre clubes esportivos e fornecedores das tecnologias mencionadas no comunicado será facilitado por meio da iniciativa formada. Por meio da facilitação do uso de tecnologias inovadoras, um novo cenário de patrocínio será criado, oferecendo mais soluções aos patrocinadores.

Por fim, é suscitada ainda a possibilidade de amistosos entre os clubes integrantes da iniciativa, até mesmo torneios de jogos eletrônicos envolvendo equipes patrocinadas pelos integrantes da Sport Innovation Alliance.

Leia também: Time de futebol Juventus lança token em jogo semelhante ao Pokémon GO

Forex Crypto News: Cripto Facil

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *