Usuários retiram mais de R$ 1 bilhão em bitcoins de exchanges após o halving

Usuários retiram mais de R$ 1 bilhão em bitcoins de exchanges após o halving

O halving do Bitcoin tem feito muitos usuários deixarem as exchanges de lado e guardarem seus Bitcoins. É o que mostra um estudo da empresa de análise Glassnode.

De acordo com dados do Bitcoin Exchange Net-Flow, quase 24.000 Bitcoins foram retirados das exchanges desde 11 de maio, data do halving.

“Nas horas anteriores e posteriores ao halving do #Bitcoin, o fluxo líquido das exchanges diminuiu significativamente. Até agora, o evento não teve impacto na tendência dos investidores de retirarem $BTC das exchanges em 2020.”

A tendência mencionada pela Glassnode começou em meados de abril. Naquele mês, o volume de Bitcoins em exchanges atingiu o menor valor desde 2016. Desde então, houve apenas uma breve suspensão nas horas antes e depois do halving.

quando usuários retiraram mais de 160 mil Bitcoins das exchanges em apenas 15 dias.

O mesmo aconteceu no mês de março, quando usuários retiraram mais de 160 mil Bitcoins das exchanges em apenas 15 dias.

Alta histórica de holders

O número de endereços ativos diários de Bitcoin ultrapassou 1 milhão pela terceira vez na história. Antes disso, o número de usuários ativos registrou volumes semelhantes apenas em meados de junho de 2019 no grande rali de alta no final de 2017.

O número de endereços ativos diários de Bitcoin ultrapassou 1 milhão pela terceira vez na história.

O número de novos endereços também tem aumentado constantemente, com a média semanal atingindo uma alta de dois anos durante esta semana.

Falta de segurança em exchanges estimula retiradas

Desde que surgiram, as exchanges são questionadas regularmente pela comunidade, especialmente por aspectos de segurança dos criptoativos. A conta não oficial do Bitcoin no Twitter, com mais de 1 milhão de seguidores, tem uma frase que já tornou-se mantra da comunidade:

“Sem suas chaves; sem suas moedas”.

@bitcoin

Enquanto isso, os ataques hackers a exchanges estão aumentando em quantidade e se tornando mais sofisticados. A empresa de análise de dados Chainalysis, em seu Relatório de Crimes de 2020, apontou que mais de US$ 1,1 bilhão (R$ 6,6 bilhões) em criptoativos foram roubados apenas em 2019.

A empresa de análise de dados Chainalysis, em seu Relatório de Crimes de 2020

Todavia, o aumento não foi apenas nos valores roubados. A quantidade de ataques aumentou para 11 no mesmo ano, o maior número da série histórica registrada pelo relatório.

Leia também: Hash rate do Bitcoin não é afetado pelo halving

Leia também: Análise do Bitcoin; Confira o que esperar após o halving do BTC

Leia também: Bitcoin reduz recompensas após passar pelo seu terceiro halving

Forex Crypto News: Cripto Facil