Unick Forex é alvo de mandados de prisão pela Polícia Federal

A Unick Forex, empresa que opera um suposto esquema de pirâmide financeira com criptoativos, foi alvo de uma nova operação da Polícia Federal, nas primeiras horas desta quinta-feira, 17 de outubro. A operação cumpriu dez mandados de prisão na sede da empresa, em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul.

De acordo com o jornal O Diário, também foram cumpridos outros 50 mandados de busca e apreensão. Esta é a segunda operação contra a empresa em cinco meses: no mês de maio, a operação Egypto prendeu os sócios da Indeal e bloqueou os bens da empresa.

Por meio de denúncia do Ministério Público Federal (MPF), a Justiça tornou réus 15 pessoas acusadas de envolvimento no esquema. Relatório da Receita Federal anexado ao processo aponta dívida de R$1,1 bilhão para mais de 23 mil clientes.

A Unick Forex tem recebido bastante atenção da mídia e dos órgãos reguladores desde que a empresa começou a restringir os saques de seus investidores. A empresa já foi alvo de reportagem em rede nacional da emissora de televisão SBT, e clientes fizeram uma manifestação na sede da empresa no começo de outubro, em protesto contra a falta de pagamento. Recentemente, a Unick afirmou que só pagaria os clientes por meio de acordos extrajudiciais.

Leia também: Delegado da Polícia Civil afirma que Unick Forex é pirâmide financeira

Forex Crypto News: Cripto Facil

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *