Trezor lança app para acessar carteira visando evitar ataques de phishing

Trezor lança app para acessar carteira visando evitar ataques de phishing

A conectividade entre a Trezor e desktops, atualmente, ainda é feita por meio de navegadores.

Contudo, tendo em vista a alta de ataques de phishing, a fabricante de criptomoedas resolveu mudar. Agora, usuários de carteiras Trezor terão acesso às funcionalidades por meio de um aplicativo.

O CriptoFácil falou com Jefferson Rondolfo, revendedor autorizado da Trezor no Brasil, para saber mais sobre as mudanças.

Cara nova e novas funcionalidades

A nova carteira ainda está em fase de testes. Durante este período, a Trezor está aproveitando para coletar o retorno dos usuários.

O aplicativo está com uma interface simples de utilizar, prezando pela facilidade ao usuário. É possível ver uma das telas na imagem abaixo:

a Trezor está aproveitando para coletar o retorno dos usuários.  O aplicativo está com uma interface simples de utilizar, prezando pela facilidade ao usuário

No canto esquerdo, é possível ver que a funcionalidade de troca de criptoativos será habilitada em breve.

Além da nova interface, também foram acrescentadas novas funcionalidades. Jefferson Rondolfo, da KriptoBR e revendedor autorizado da Trezor no Brasil, falou sobre elas.

Segundo ele, as novas funcionalidades abrigam:

“- Acesso sem carteira de terceiros à carteiras bech32 (SegWit nativo);
– Unificação dos saldos de todas as moedas aceitas pelo Trezor Suite;
– Modo discreto: opção para omitir todos os saldos enquanto se usa a carteira;
– Cotação atualizada das moedas aceitas em BRL, se desejar.”

Juntamente com as novas funcionalidades, Rondolfo afirma que as funções principais ainda estão presentes. São elas:

“- Checagem das palavras de backup;
– Troca de PIN;
– Atualizações de firmware;
– Troca de nome e foto no dispositivo;
– Wipe device (apagar o dispositivo).”

Por enquanto, como se trata de uma fase beta, o sistema ainda está em inglês. Contudo, o revendedor autorizado da Trezor no Brasil ressaltou que a tradução para português está em “estágio avançado”.

Mais funcionalidades no futuro

Ainda segundo Rondolfo, novas funcionalidades serão integradas ainda na fase beta.

Serão quatro as funcionalidades a serem acrescentadas no aplicativo:

“- Função RBF;
– Função locktime;
– Adição dos tokens ERC20;
– Inclusão de novas moedas sem haver a necessidade de carteiras de terceiros.”

Leia também: Nova função do Chrome combate mineração clandestina de criptomoedas

Leia também: Trezor quebra e usuário não tem as palavras de recuperação; Entenda o caso

Leia também: Hacker afirma que conseguiu dados das fabricantes de carteira Trezor e Ledger

Forex Crypto News: Cripto Facil