Telegram chega a acordo e entregará documentos de ICO à SEC

Telegram chega a acordo e entregará documentos de ICO à SEC

O Telegram entrou com uma ordem de consentimento concordando em fornecer uma série de comunicações e documentos solicitados pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC). O documento foi enviado na quinta-feira, 07 de maio.

As comunicações dizem respeito à distribuição dos tokens Gram e aos contratos de compra relacionados à sua oferta inicial de moedas (ICO) realizada em 2018. O Telegram tem até o dia 20 de maio para entregar os documentos.

A empresa fornecerá registros bancários adicionais e responderá à perguntas da SEC relacionadas às demonstrações financeiras que já foram enviadas. O Telegram também entregará informações “sobre quaisquer ativos desembolsados ​​aos Compradores Iniciais nos termos dos Contratos de Compra e ativos recebidos dos Compradores Iniciais em conexão com o término dos Contratos de Compra”.

O Telegram também concordou com as solicitações de descoberta da SEC a partir de fevereiro e concordou em não se opor com base na pontualidade. No entanto, a empresa reservou todos os outros direitos e objeções.

Divisão estimula acordo com a SEC

O consentimento do Telegram ocorre em meio a uma decisão da comunidade Free Telegram Open Network (TON), que resolveu lançar uma versão da blockchain TON por meio de uma divisão da rede (fork).

A SEC interrompeu a oferta da Telegram em outubro de 2019 por realizar uma oferta não licenciada de valores mobiliários. Após seis meses de processo, o juiz do distrito de Nova York P. Kevin Castel emitiu uma liminar em 24 de março deste ano, impedindo a empresa de lançar a TON.

Os investidores norte-americanos estão sendo reembolsados ​​a uma taxa de US$,072 por token, enquanto os participantes internacionais podem receber um reembolso de 72% agora ou esperar até abril de 2021 em troca de um reembolso de 110%.

Leia também: Desenvolvedores fazem hard fork na blockchain do Telegram e lançam token “Ton Crystal”

Leia também: Telegram força investidores dos EUA a não investir na TON

Leia também: Novogratz sobre token do Telegram: “Não precisamos de outra criptomoeda”

Forex Crypto News: Cripto Facil