Suposta pirâmide é condenada a pagar quase R$ 200 mil a investidores

Suposta pirâmide é condenada a pagar quase R$ 200 mil a investidores

A InvestCoin é uma empresa que entre 2017 e 2018 ofereceu rendimentos sobre supostas operações com criptomoedas. Os ganhos prometidos eram de 4,5% ao dia.

De acordo com uma decisão publicada no Diário de Justiça do Pará no dia 06 de maio, a empresa e seu dono foram condenados a pagar quase R$ 200 mil aos seus investidores.

Prazo para pagamento não foi cumprido

O dono da InvestCoin, Tiago Costa Bentes, foi processado por 11 investidores. Os rendimentos prometidos a eles são de abril de 2018, e não foram pagos – mais de dois anos de atraso.

Ao todo, os investidores lesados investiram R$ 191.611,00, e não recuperaram o valor. Segundo eles, Bentes sempre dava respostas evasivas, até “sumir de vez”.

Foi deferida tutela de urgência no processo, para busca de veículos e valores em conta, embora nada tenha sido encontrado em nome da empresa ou de Bentes.

Porém, foi requerida a penhora de bens em outro processo, tendo sido este procedimento bem sucedido. Então, o juiz Valdeir Salviano da Costa passou a decidir.

Em sua fundamentação, Costa ressaltou:

“A prova dos autos dá conta que o requerido era quem fazia a intermediação entre os autores e o banco onde ele aplicava o dinheiro. Também não há dúvidas de que os autores não tiveram o retorno prometido e nem a restituição da quantia investida.”

Juiz considera InvestCoin investimento de risco, mas não pirâmide

O magistrado fala ainda que criptomoedas são investimentos de risco, e que por isso os investidores teriam pedido o dinheiro de volta.

Contudo, os investidores afirmam na petição inicial que a InvestCoin foi acusada de ser pirâmide financeira, e que eles acreditam em tal fato. O magistrado, por sua vez, parece não compartilhar desta visão.

De qualquer forma, o juiz Costa condenou Tiago Costa Bentes ao pagamento de R$ 191.611,00 aos 11 investidores lesados. O valor será acrescido de juros de mora de 1%, além de correção monetária.

Leia também: CVM determina suspensão imediata de empresa de Forex no Brasil

Leia também: Proposta da Midas Trend já foi usada em empresa do irmão de Deivanir; Veja o vídeo

Leia também: G44 não tem dinheiro em conta: e agora? Advogados explicam como proceder na justiça

Forex Crypto News: Cripto Facil