Startup brasileira de blockchain é case de sucesso na Estônia

A startup brasileira OriginalMy, que usa protocolos de blockchain para realizar a autenticação de documentos, tornou-se um caso de sucesso ao se estabelecer em Talin, capital da Estônia. Apesar de ter causado divergências entre os órgãos reguladores do Brasil, foi justamente o uso avançado da tecnologia que fez com que a OriginalMy se destacasse no país báltico, que faz uso da ferramenta blockchain para a confirmação da autenticidade de registros e dados. 

Criada em 2015, com o objetivo de mudar a forma de lidar com a “autenticidade de pessoas, contratos, documentos e arquivos digitais”, a startup chegou à Talin há menos de um ano, através do fundador Edilson Osório Júnior. O processo de estabelecimento da empresa no país teve início com a adesão ao programa e-residency, que possibilita que qualquer pessoa do mundo possa ser um “cidadão digital” da Estônia e operar uma empresa, legalmente, no país. 

Em uma entrevista à Startup Estonia, Osório, identificado como “uma das estrelas em ascensão” do setor de blockchain no país, declarou que a decisão de estabelecer a startup na Estônia veio em 2017, após o ambiente regulatório brasileiro “tornar-se cinzento” para as empresas de blockchain. Ao buscar um ambiente legal mais seguro e favorável, os advogados da OriginalMy identificaram o país báltico como sendo uma das melhores opções.

“Devido à nossa ideia de abordar o mercado da União Europeia no futuro, a Estônia saltou para o topo da lista”, revelou.

Escolhido o país, Osório organizou a documentação necessária para apresentar ao governo local, que deu a confirmação para fixação da startup cerca de dois meses depois. O CEO da OriginalMy obteve o visto de trabalho e a permissão de tornar-se um residente pelos próximos cinco anos. A OriginalMy foi além. Passou ainda a representar o governo da Estônia em diversos eventos realizados na Europa. 

Uma das linhas de atuação da startup é o combate a notícias falsas, ou as famosas fake news, através do uso da tecnologia blockchain. Nas eleições presidenciais de 2018, um dos candidatos registrou seu plano de governo na plataforma da OriginalMy. O objetivo da ação era evitar a propagação de notícias falsas e a modificação de suas propostas.   

Atualmente, a OriginalMy, que ganhou o prêmio de Startup mais Inovadora em 2018 no CriptoAwards, ainda possui um escritório comercial no Brasil, mas fez da Estônia sua matriz.

Leia também: União Europeia reconhece OriginalMy como uma aplicação em blockchain confiável

Forex Crypto News: Cripto Facil