São Paulo contrata Blockchain Academy para implementação de blockchain no agronegócio

São Paulo contrata Blockchain Academy para implementação de blockchain no agronegócio

A Blockchain Academy, projeto educativo focado no desenvolvimento e formação sobre blockchain que está no Brasil desde 2016, foi contratada pelo Estado de São Paulo para atuar com o desenvolvimento de projetos baseados em tecnologia blockchain. A empresa auxiliará a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo no que diz respeito ao uso da tecnologia para o agronegócio. 

De acordo com uma publicação no Diário Oficial, desta quinta-feira, dia 9 de abril, a empresa foi contratada pelo Estado com dispensa de licitação por inexigibilidade. Esse tipo de contratação está de acordo com a Lei Federal 8.666/93 e ocorre quando a instituição contratante identifica que não há no mercado concorrentes que possam prover o mesmo serviço e com a mesma qualidade. 

“Ratifico a Dispensa de Licitação reconhecida pela Coordenadora de Desenvolvimento dos Agronegócios em favor da empresa BLOCKCHAIN ACADEMY TREINAMENTO E CONSULTORIA LTDA, inscrita no CNPJ sob 27.418.127/0001-81, com fundamento no art. 4º, da Lei federal 13.979/2020, bem como Autorizo sua contratação termos do art. 1º do Decreto 59.954/2013 para a prestação de serviços de estruturação e implementação de projetos de soluções de base tecnológica para o agronegócio do Estado de São Paulo”, diz a publicação do Diário Oficial.

A tecnologia blockchain pode ser muito útil para o setor de agronegócio pois oferece confiabilidade dos dados, principalmente no compartilhamento de informações com diferentes agentes envolvidos na cadeia de produção de determinado produto e também com o consumidor, que pode rastrear essa cadeia.

A Blockchain Academy compartilhou um comunicado com o CriptoFácil, em que explicou que a empresa foi selecionada pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento para auxiliar em dois projetos específicos. Esses projetos são voltados ao enfrentamento dos efeitos da pandemia causada pelo Coronavírus:

“[Os projetos] envolvem esforços tecnológicos para o escoamento da produção de pequenos agricultores e entrepostos e para a organização e a disponibilização de base de dados atrelados à atração de empresas e startups que possam trazer inteligência e tecnologia para solucionarmos problemas de abastecimento e segurança alimentar durante a crise”, afirmou a Blockchain Academy.

A contratação está em processo de formalização e ainda não foi concluída, informou a Blockchain Academy.

Leia também: Funcionários da Dataprev serão treinados em Hyperledger pela Blockchain Academy

Leia também: Especialista brasileira fala sobre importância da blockchain no mercado de seguros

Leia também: Fórum Econômico Mundial relata que blockchain pode solucionar problemas causados pelo coronavírus

Forex Crypto News: Cripto Facil