Rodrigo Marques é notificado para regularizar saques da AnubisTrade

Rodrigo Marques é notificado para regularizar saques da AnubisTrade

De acordo com uma notificação obtida pelo CriptoFácil nesta terça-feira, 04 de fevereiro, o ex-proprietário da AnubisTrade pediu que Rodrigo Marques regularize a situação dos saques da plataforma ou desfaça o negócio firmado. A AnubisTrade foi adquirida pela Atlas Quantum em 2019, mesmo após os acontecimentos seguidos da stop order emitida pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Ao que parece, Matheus Grijó parece insatisfeito com o rumo que a plataforma tomou após a aquisição pela Atlas Quantum.

Arrependido?

Na notificação enviada a Rodrigo Marques, que supostamente foi recebida no dia 31 de janeiro, o ex-CEO da AnubisTrade passa a narrar as razões que justificaram a notificação. A primeira, segundo ele, seria o descumprimento de uma suposta condição obrigatória do negócio, que falava sobre a necessidade do fluxo da AnubisTrade prosseguir normalmente – o que não ocorreu.

Grijó alega na notificação que a AnubisTrade estava em plena saúde financeira e que, após a venda para a Atlas Quantum, diversas foram as reclamações de clientes sobre saques de Bitcoin atrasados. Ele levanta ainda estar descontente por ser colocado no pólo passivo de ações, na qualidade de ex-CEO da AnubisTrade.

O ex-proprietário da AnubisTrade ainda afirma na notificação que não tem mais acesso à base de dados da empresa, informação que não é possível confirmar, tendo em vista a falta de informações sobre a relação de Grijó e o atual estado da empresa. Ele chega até mesmo a acrescentar que é “um sonho que a imagem da AnubisTrade se perpetuasse na comunidade de BTC”.

Então, após as justificativas, Grijó notifica Rodrigo Marques:

“No prazo máximo de 07 (sete) dias úteis regularize as pendencias perante clientes, credores e demais interessados, isentando o ora Notificante de qualquer responsabilidade ou alternativamente desfaça o negócio, devolvendo o controle da plataforma Anubis Trade ao Notificante, nas mesmas condições técnicas e financeiras de quando firmou o negócio, sendo que, caso contrário, serão adotadas todas as medidas administrativas e judicias, CÍVEIS e CRIMINAIS, com o fito de resolver a celeuma existente.”

É possível conferir a página final com a notificação e as assinaturas de Matheus Grijó e seu advogado abaixo:

notificação e as assinaturas de Matheus Grijó e seu advogado

Atlas atrasa lançamento da nova plataforma

Enquanto isso, de acordo com uma postagem feita no Facebook da Atlas Quantum, a reabertura da plataforma foi adiada novamente – dessa vez sem prazo estipulado. A paralisação, que inicialmente duraria até o dia 24 de janeiro, já dura duas semanas.

Por meio do comunicado, a Atlas afirma que seus clientes terão acesso a um “ambiente exclusivo, mais moderno e amigável”, o que possivelmente indica o lançamento de sua exchange que terá os saldos migrados da antiga plataforma como pares de troca.

Desta vez, a Atlas decidiu não informar um prazo, uma vez que deixou de cumprir com suas estipulações por três vezes. Acredita-se que esta demora seja para finalizar a exchange da empresa que, conforme fontes próximas à Atlas informaram ao CriptoFácil quando dividiram o acesso à plataforma, está nos estágios finais de preparação para lançamento.

Leia também: Vazam imagens da nova plataforma da Atlas Quantum

Forex Crypto News: Cripto Facil