Rio de Janeiro terá o maior centro de inovação da América Latina

Planejado para ocupar um galpão com 2,8 mil metros quadrados na região do Porto Maravilha, no Centro do Rio de Janeiro, o LabGov.Rio deverá tornar-se o maior centro de inovação da América Latina, segundo um comunicado distribuído à imprensa. Lançado em 07 de outubro deste ano, o projeto consiste em 12 verticais temáticas, com potencial de acelerar até 140 startups

Soluções baseadas em blockchain, Inteligência Artificial e outras novas tecnologias devem ganhar um novo impulso com a iniciativa que terá o COR como uma das plataformas para prototipação e certificação de soluções inovadoras para a gestão de operações urbanas, ou seja, com foco em Internet das Coisas e Smart Cities. As operações do LabGov.Rio devem ter início no primeiro semestre de 2020, absorvendo os resultados das experiências-piloto do “Desafio COR”, relacionadas a soluções para problemas decorrentes dos impactos das mudanças climáticas na cidade.

Segundo o comunicado, como o principal equipamento do ecossistema de inovação da Prefeitura do Rio, o laboratório será gerenciado pela Fomenta Rio, em parceria com a IplanRio e o COR. O LabGov.Rio atuará na articulação com os principais núcleos de pesquisa e desenvolvimento científico locais e globais, podendo atrair investimentos de instituições de fomento e venture capital, tendo como princípio norteador o desenvolvimento socioeconômico do Rio como player mundial de destaque no contexto das Smart Cities.

Recentemente, como mostrou o CriptoFácil, a cidade de Curitiba foi anunciada como sede de um dos principais eventos do setor de Smart Cities da América Latina, o Smart City Expo (SCE), que acontecerá nos dias 26 e 27 de março de 2020. Durante os dois dias de programação, DLT, blockchain e novas tecnologias serão debatidas pois representam ponto chave na expansão do setor e na conectividade das cidades inteligentes.

Leia também: Iota faz parceria com Renault em busca de soluções para Smart City

Forex Crypto News: Cripto Facil

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *