Ray Dalio alerta para grande desaceleração econômica; Como o Bitcoin reagirá?

Ray Dalio, bilionário investidor norte-americano que possui um patrimônio líquido de mais de US$ 18 bilhões, presidente e cofundador da Bridgewater Associates, alertou que os estímulos dos bancos centrais não reverterão a desaceleração econômica global, e que isso poderá afetar o Bitcoin no médio prazo.

Embora o Bitcoin tenha sido descrito como um ativo de refúgio por alguns, pesquisadores como Thomas Lee da Fundstrat acreditam que o BTC demonstrou qualidades de um ativo de risco nos últimos meses e tende a se aproximar do mercado de ações. Lee, no programa Fast Money da CNBC, disse:

“Acho que o próximo grande catalisador é uma decisiva aproximação com o mercados de ações. Eu acho que uma vez que as ações atingirem o nível mais alto de todos os tempos, o Bitcoin se comportará como um ativo de risco.”

Alguns estudiosos especulam que, se o Bitcoin continuar seguindo a tendência do mercado de ações e em um cenário de desaceleração da economia global com o mercado de ações sendo afetado, a possibilidade é de um aumento da pressão de venda no mercado de BTC.

O Bitcoin é uma reserva alternativa de valor e, com o surgimento de plataformas de negociação regulamentadas, como a bolsa de futuros da CME, a Bakkt e outras soluções de custódia, conquistou o interesse de investidores institucionais e credenciados.

No entanto, puramente baseado em eu valor de mercado e volatilidade, o Bitcoin é considerado um ativo de alto risco para a maioria dos investidores e, quando o medo da recessão aumenta, ativos de alto risco podem ser os primeiros a serem alienados por investidores credenciados.

 

Segundo Dalio, a economia global dá sinais de uma “Grande Queda” e entrou em um período em que políticas monetárias fracas e cortes nas taxas de juros não aliviariam a pressão sobre os mercados.

“Esse ciclo de prosperidade está desaparecendo, agora estamos no mundo no que eu chamaria de ‘Grande Queda’”, disse ele, observando que, como nos anos 1930, as disputas entre as principais economias estão aumentando os riscos geopolíticos no mercado global.

Dalio acrescentou:

“Também como nos anos 1930, temos uma potência crescente desafiando uma potência mundial existente como China-EUA.”

Atualmente, mesmo investidores céticos e otimistas geralmente concordam que a postura acomodada do Federal Reserve e a probabilidade de cortes adicionais nas taxas de juros mantêm o ímpeto do mercado de ações dos EUA, apesar da falta de um acordo comercial finalizado entre os EUA e a China.

Se os cortes nas taxas de juros começarem a ter menos impacto no estímulo ao crescimento da economia, isso poderá levar os investidores a adotarem uma abordagem mais agressiva na proteção de seus ativos por meio de refúgios tradicionais como títulos e ouro, potencialmente causando uma liquidação em massa do BTC.

Por enquanto, não há dados suficientes para determinar conclusivamente que o Bitcoin é um ativo de risco e que os investidores iniciariam uma liquidação à medida em que os temores da recessão se intensifiquem.

Leia também: Bilionário e filantropo Henry Kravis faz seu primeiro investimento em Bitcoin

Forex Crypto News: Cripto Facil