Ramo de finanças descentralizadas já acumula US$439 milhões

A quantidade de Ethereum armazenada em aplicações de finanças descentralizadas (DeFi) atingiu um novo recorde. De acordo com uma publicação do Decrypt do dia 08 de novembro, a quantidade de Ethereum em aplicativos DeFi atingiu 2,4 milhões pela primeira vez, o equivalente a US$439 milhões.

Em setembro, a quantidade de Ethereum utilizada em aplicativos DeFi atingiu 2,13 milhões. Desde então, o número de usuários utilizando protocolos DeFi aumentou, visando emprestar, pegar emprestado e negociar suas quantias com estranhos ao redor do mundo. E à medida em que mais Ethereum é direcionado a estes aplicativos, o impulso valida esta nascente tecnologia ainda mais.

A maior parte de Ethereum direcionada ao mercado DeFi está armazenada na Maker, que atualmente possui US$335,4 milhões travados, representando 52,6% do mercado. Nessa fração do mercado, é utilizada a DAI, uma stablecoin com valor pareado ao dólar estadunidense e que não depende de reservas destes dólares em contas bancárias para manter seu valor.

O competidor mais próximo é a Compound, a única outra plataforma DeFi mantendo mais de US$100 milhões em Ethereum. A Compound é uma plataforma para emprestar e pegar emprestado Ethereum, DAI, USDC e outras criptomoedas. Outros aplicativos com frações expressivas de participação são InstaDApp (US$33,7 milhões), dYdX (US$29,9 milhões) e NuoNetwork (US$9,9 milhões).

Embora aplicativos de empréstimo dominem o setor DeFi, outros tipos de aplicações estão crescendo. A Synthetix é uma exchange descentralizada que possui US$99,4 milhões em Ethereum em sua plataforma.

Enquanto isso, a exchange Uniswap tem US$24,9 milhões armazenados. O restante das 10 maiores aplicações inclui Bancor (US$5,8 milhões) e Wrapped Bitcoin (US$5,8 milhões).

Leia também: Adoção de serviços financeiros descentralizados apresenta crescimento desde 2018

Forex Crypto News: Cripto Facil