Precisa explicar Bitcoin para amigos neste fim de ano? Confira algumas estratégias

Por uma razão ou outra, discutir sobre Bitcoin em encontros entre amigos tem se tornado cada vez mais comum. Se você deseja conversar sobre criptomoedas neste fim de ano, ou qualquer outro momento nas próximas semanas, aqui estão duas boas estratégias para abordar o assunto, conforme proposto por importantes investidores em criptomoedas.

Por que Bitcoin?

Anthony Pompliano do Morgan Creek Digital sentou-se recentemente com Luke Martin, um importante trader de criptomoedas, para conversar sobre Bitcoin. Em um ponto nesta entrevista/podcast, Pompliano passou um minuto defendendo a questão “por que investir em Bitcoin?” Isso é especialmente pertinente, considerando o fato de que criptomoedas e outros investimentos podem fazer parte da conversa das festas de fim de ano.

Pompliano explicou seu melhor argumento da seguinte maneira:

Nos últimos cinco anos, se você tivesse um portfólio global padrão 60/40, retornaria 7,2% ao ano. Se você retira 0,5% das ações e outros 0,5% dos títulos e o aloca ao Bitcoin, seu retorno passaria de 7,2% para 9,2% – um ponto positivo de 200 pontos base … Isso sem mencionar que, como não está correlacionado, reduz o risco geral da carteira.

Ele continuou dizendo que o Bitcoin é uma das maiores moedas base do mundo, com volumes anuais de transações que superam o do PayPal, Venmo e outros provedores de serviços de pagamento líderes, mesmo que tudo seja feito de maneira descentralizada.

Estratégia alternativa: é a classe de ativos com melhor desempenho em 2019

Pompliano não é o único investidor em criptomoedas a ter uma opinião sobre como você pode explicar melhor o Bitcoin para sua família e amigos em um de festas de fim de ano. Por exemplo, Travis Kling, diretor de investimentos da Ikigai Asset Management e ex-gerente de portfólio da Point72, comentou sobre sua estratégia para espalhar a boa fama do Bitcoin.

Ele observou que, se o topo da criptomoeda aparecer, lembre seus amigos de que, apesar da recente desaceleração, que reduziu o Bitcoin em 50% em relação ao pico de US$14.000, o ativo permaneceu em torno de 80% este ano e é a “melhor classe de ativos com uma larga margem”. Isso, de fato, é verdade, apesar das manchetes angustiantes que você provavelmente já viu em toda a web sobre a iminente “morte do Bitcoin” ou outras piadas apocalípticas de natureza semelhante.

Leia também: Andreas Antonopoulos diz que o Bitcoin é perfeito para a América Latina

Forex Crypto News: Cripto Facil

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *