Plataforma PIX do Bacen entra em nova fase de testes

Plataforma PIX do Bacen entra em nova fase de testes

A plataforma PIX, sistema de pagamentos instantâneos anunciado pelo Banco Central do Brasil (Bacen) em fevereiro, entrou em uma nova fase de testes a partir deste mês.

De acordo com uma nota divulgada pelo Bacen no dia 09 de abril e atualizada na terça-feira, 14 de abril, a nova fase do PIX permitirá que os bancos possam testar seus fluxo de liquidações com o novo sistema, ou seja, movimentar os recursos entre pagadores e recebedores. Todos os dados utilizados nesta fase são fictícios e servem apenas para fins de simulação, esclarece o Bacen.

“Nesta fase, a participação das instituições financeiras e de pagamento é voluntária. Elas testarão os fluxos de transações entre participantes diretos e entre participantes indiretos e os cenários de insucesso na liquidação do PIX. É por meio desses cenários que os participantes avaliam se transações corretas são concluídas e se transações deliberadamente feitas para darem errado retornam a mensagem de erro”, afirma o texto.

A assessora do Bacen Lilían Holmes deu mais detalhes a respeito do primeiro teste e da fase atual.

“No primeiro teste, avaliamos o cadastro de informações dos participantes e a conexão dos seus sistemas com o sistema do BC. Agora damos um passo a mais, que é o de experimentar a simulação da liquidação efetiva de um PIX, utilizando a conexão do primeiro teste e dados fictícios de clientes e saldos para as transações.”

Essa primeira fase de testes é facultativa, a inscrição deverá partir de iniciativa das instituições financeiras interessadas em participar. Porém, o próximo passo do PIX é fazer testes obrigatórios para as instituições participantes a partir de junho. Uma consulta pública para a coleta de sugestões sobre o funcionamento do PIX estará aberta até o dia 18 de maio.

Apesar da paralisação da economia motivada pela pandemia de Covid-19, o lançamento do PIX segue o cronograma previsto e tem prazo de implementação final para novembro de 2020.

o lançamento do PIX segue o cronograma previsto e tem prazo de implementação final para novembro de 2020

Leia também: PIX: uma inovação ainda mais centralizada

Leia também: Presidente do Banco Central afirma que PIX é resposta às criptomoedas

Leia também: Dias Toffoli autoriza medida que pode impulsionar blockchain e digitalização de cartórios

Forex Crypto News: Cripto Facil