Piramide financeira é responsável por 40% das transações com a stablecoin Paxos

Piramide financeira é responsável por 40% das transações com a stablecoin Paxos

Uma pirâmide financeira está congestionando a blockchain da Paxos.

Assim, segundo uma investigação da Coin Metrics, mais de 40% das transações com Paxos (PAX) estão relacionadas ao esquema de pirâmide MMM Blockchain Smart Contract (BSC).

Investigação

No relatório “Analisando o fornecimento de stablecoins e a distribuição de suas atividades”, a Coin Metrics mencionou que o aumento de participantes desse esquema é o que está impulsionando as transações com a stablecoin.

Ainda segundo o relatório, o golpe pede que seus clientes façam “doações” usando a stablecoin, por isso o aumento no fluxo de transações.

“A princípio, o Paxos parece ter uma grande base de usuários ativos. No entanto, observar os principais operadores com Paxos leva a uma descoberta interessante: as duas contas mais ativas com Paxos estão vinculadas ao MMM BSC, um esquema ponzi que experimentou um crescimento exponencial de sua atividade no último ano (…) Hoje, mais de 40% de todas as transferências de PAX estão diretamente relacionadas a esse esquema”, diz o relatório.

CoinMetrics

A Coin Metrics relatou ainda que a maioria das transações com o Paxos é do tipo “varejo”, que pode ser interpretada como transações de poucos dólares (menos de 100).

Entretanto, outras stablecoins, como HUSD ou Binance USD, registram transações que excedem o US$ 100 mil, fornecendo mais um indício do golpe da MMM BSC com o Paxos.

O crescimento do número de transferências feitas com o Paxos, dentro do esquema da pirâmide, é especialmente evidente desde janeiro deste ano, quando o número era de 1.000 transações diárias.

Porém, quando o esquema começou a ganhar corpo, em meados de maio, o número de transações passou para 16.000 por dia. Depois, caiu para cerca de 7.500 operações diárias.

A título de comparação, o número total de transações realizadas em Paxos, em 5 de maio, foi superior a 24 mil operações, superando outros projetos de stablecoin como USDC e Dai.

Com isso, o esquema ponzi possui uma espécie de monopolização de transações com a Paxos.

MMM BSC

O MMM BSC é um sistema ponzi no qual seus participantes atuam como bancos e fazem empréstimos chamados “doações”, nos quais obtêm um suposto retorno diário de 1%.

Porém, a pessoa pode colocar pelo menos 10 PAX ou US$ 10 para “ajudar” outro participante que precise dos fundos. Assim, se o usuário financia ou doa e convida outros a participar voluntariamente, suas referências geram um bônus de 5% sobre o valor doado.

Porém, como a transação é considerada uma doação, a pessoa não tem garantia de que poderá recuperar o dinheiro, pois não seria um “investimento”.

Leia também: Funcionário de banco desvia milhões para investir em Bitcoin e acaba preso

Leia também: Famoso apresentador brasileiro fala sobre ofertas de ganho fácil com criptomoedas: “é tromba”

Leia também: Polícia prende suspeito de aplicar golpe de R$ 1 milhão envolvendo Bitcoin e bancos digitais

Forex Crypto News: Cripto Facil