Picos de saques em exchanges podem levar o Bitcoin a R$ 90 mil em agosto

Picos de saques em exchanges podem levar o Bitcoin a R$ 90 mil em agosto

No dia 8 de junho, um grande volume de Bitcoins foi sacado de exchanges. Segundo dados do Glassnode, estima-se que 27.000 BTCs foram retirados de plataformas de troca.

O jornalista e professor Michael Kapilkov utilizou tais dados para apontar algo positivo. Na última vez em que grandes volumes de Bitcoins foram sacados, o criptoativo valorizou 88%.

Isto posto, ele prevê que o Bitcoin pode chegar a R$ 90 mil em agosto – considerando a cotação do dólar a R$ 5,00.

Saques iniciam tendência de alta do Bitcoin

Kapilkov apontou que picos diários de saques tendem a gerar uma alta no Bitcoin.

Ele usou de exemplo os dias 19 e 24 de março. Em tais dias, saques nas respectivas quantias de 31.000 BTC e 27.000 BTC causaram uma alta no Bitcoin, que em 7 de maio buscava o dobro de sua valorização.

O CriptoFácil noticiou que, entre os dias 18 e 25 de maio, foram sacados 57.000 BTC de exchanges. No dia 25 de maio, o criptoativo estava cotado a R$ 49.096,58.

Cerca de uma semana depois, em 1 de junho, o BTC terminou o dia cotado a R$ 54.394,89 – mais de R$ 5.000 em ganho. Esta é uma movimentação semelhante a curto prazo com o que descreve Kapilkov.

Mas, segundo o professor, tais movimentos de saque têm impacto ainda maior no longo prazo.

Correlação com hodlers?

Os saques podem ter relação com hodlers.

Se um usuário saca quantias massivas de uma exchange, ele provavelmente pretende “holdar”. Por outro lado, se ele mantém na exchange, ele pretende vender em breve.

A questão é que o ato de “holdar” tantos Bitcoins diminui a oferta, aumentando o preço do criptoativo.

Esta é uma prática comum para as “baleias” de Bitcoin. Investidores com muitos BTCs movimentam grandes quantias, vendem em uma grande valorização e causam quedas no preço.

Eles então efetuam novamente a compra do criptoativo, a preços mais baixos. Esse processo é então repetido mais adiante.

Batendo R$ 60 mil em agosto

Aguardando uma valorização no preço, investidores sacam suas posses em BTC para guardá-las em um lugar mais seguro. Já foi dito que tal fator impulsiona o preço do Bitcoin.

Tendo em vista a rápida valorização e queda do BTC, bem como sua atual lateralização, é possível dizer que não houve muita resposta aos recentes volumes relevantes de saque.

Segundo Kapilkov, isso pode indicar um sentimento de hold a longo prazo.

Historicamente, quando houve o mesmo sentimento, ocorreu a massiva valorização do BTC já mencionada no texto.

Desta forma, é possível que o Bitcoin atinja R$ 90 mil entre o fim de julho e início de agosto.

Leia também: Ação da Tesla alcança R$ 5.000,00 e empresa supera valor de mercado do Bitcoin

Leia também: Funcionário de banco desvia milhões para investir em Bitcoin e acaba preso

Leia também: Analista afirma que Bitcoin pode ultrapassar os R$ 360.000 em algumas semanas

Forex Crypto News: Cripto Facil