Pesquisa aponta que blockchain ainda não é usada por empresas

Recentemente, o TechRepublic Premium realizou uma pesquisa para entender a percepção de profissionais de tecnologia quanto ao futuro do uso da blockchain aplicada em processos que podem modernizar e criar novos produtos e serviços, além de medir até que ponto os profissionais de tecnologia acreditam que a blockchain afetará os negócios. A pesquisa continha as seguintes perguntas:

• Já teve alguma experiência, enquanto utilizador da blockchain, pessoal ou profissionalmente?

• Acha que em algum momento a blockchain afetará a sua indústria, positiva ou negativamente?

• Como acha que a sua indústria será afetada?

• Quantos anos considera que levará até que a blockchain tenha algum efeito, positivo ou negativo, na sua indústria?

• Em quais indústrias acha que a blockchain provavelmente terá um grande impacto?

• Que declarações se aplicam melhor ao papel da blockchain na sua empresa?

• Que efeito, se algum, considera que a blockchain terá na sua vida diária nos próximos cinco anos?

• O que considera que é necessário acontecer para que uma adesão generalizada da blockchain ocorra?

Os resultados mostraram que apesar da tecnologia ter sido apontada como fundamental por governos em todo o mundo, inclusive pelo governo da China, ela ainda é pouco “usada” entre os profissionais e quase um quarto dos entrevistados usaram uma criptomoeda, como o Bitcoin, enquanto 64% dos entrevistados não têm experiência direta com a tecnologia blockchain.

Embora todos os dias empresas anunciem o uso de blockchain em processos internos ou voltados ao consumidor, a maioria das empresas que participou do levantamento ainda não adotou a blockchain, com apenas 10% dos entrevistados indicando que as suas empresas usam ativamente a tecnologia. Somente 13% indicaram que a blockchain está no roteiro estratégico de sua organização.

A explicação para a falta de uso de blockchain, segundo os entrevistados, é a falta de um “aplicativo matador”, ou seja, uma aplicação que mostre claramente como a tecnologia pode melhorar processos ou permitir a construção de novos produtos.

Apesar dos dados “negativos” quanto ao uso de blockchain, no geral, os entrevistados tiveram um sentimento esmagadoramente positivo em relação à tecnologia. A maioria (87%) previu um efeito positivo, com 27% prevendo um efeito muito positivo e somente 9% dos entrevistados acreditam que a blockchain terá um efeito negativo em sua indústria, enquanto 4% previram um efeito muito negativo.

Leia também: Santander adicionará Argentina e outros países da América Latina à sua rede blockchain

Forex Crypto News: Cripto Facil