PayPal pode oferecer compra e venda de Bitcoin em breve

PayPal pode oferecer compra e venda de Bitcoin em breve

O gigante mundial de pagamentos, PayPal, planeja incluir a negociação de criptomoedas entre seus serviços. Além disso, o projeto incluiria não apenas o PayPal, mas também o Venmo, que pertence à mesma empresa.

De acordo com o portal Coindesk, fontes próximas ao projeto confirmaram o plano da PayPal.

“Entendo que eles permitirão compras e vendas de criptomoedas diretamente do PayPal e Venmo”, disse uma das fontes citadas.

PayPal está de olho no Bitcoin

O PayPal estaria de olho no Bitcoin pelo menos desde 2018. Naquele ano, pela primeira vez, o gigante mundial de pagamentos comprou espaços de publicidade na maior conferência de criptomoedas dos EUA, a Consensus.

Porém, embora os rumores da integração com Bitcoin tenham surgido a partir de então, o PayPal negou qualquer envolvimento com a criptomoeda mais popular do mercado.

Contudo, agora, as fontes confirmaram ao Coindesk que, além de compra e venda, o PayPal será uma espécie de exchange que irá armazenar fundos em criptomoedas, como já faz com moeda fiduciária.

Outra fonte citada na nota confirmou os planos do PayPal e disse que o novo serviço deve ser lançado em até três meses, ou “talvez antes”, acrescentou essa fonte anônima.

Parceria com a Coinbase

Ainda segundo a reportagem, o PayPal estaria trabalhando com algumas exchanges para ter liquidez, entre elas a Coinbase e a Bitstamp.

No entanto, como as fontes não identificaram, não está claro quais seriam as criptomoedas que entrariam no serviço de compra e venda.

De acordo com o The Block um representante do PayPal se recusou a comentar sobre “rumores” e “especulações”, quando perguntado sobre os supostos planos da empresa.

PayPal e a Libra do Facebook

A integração do PayPal às criptomoedas não é algo totalmente novo. Isso porque, no ano passado, a empresa foi incluída na Libra Association, a organização encarregada de gerenciar o projeto de criptomoeda do Facebook.

No entanto, o PayPal acabou saindo do projeto. Logo depois, o seu CEO Dan Schulman anunciou que a empresa estava trabalhando em projetos associados à criptomoedas e blockchain, mas não deu mais detalhes sobre esses projetos.

Já em março deste ano, o CTO da empresa, Sri Shivananda, se referiu às criptomoedas, destacando a necessidade de serem usadas como meio de pagamento e não como ativos especulativos para incentivar sua adoção.

Leia também: Especialista explica porque faz sentido comprar Bitcoin agora

Leia também: Bitcoin de Pablo Escobar vale menos que 1 centavo

Leia também: Weiss Ratings prevê Bitcoin cotado a R$ 1 milhão

Forex Crypto News: Cripto Facil