Novo ETF de Bitcoin é proposto, mas não impacta o mercado

Novo ETF de Bitcoin é proposto, mas não impacta o mercado

A gestora de ativos WisdomTree Trust está buscando lançar um fundo negociado em bolsa (ETF) de Bitcoin. A proposta foi apresentada na terça-feira, 16 de junho.

O ETF, intitulado WisdomTree Enhanced Commodity Strategy Fund, possui uma estratégia mais conservadora. O fundo investirá no máximo 5% de seus ativos líquidos em Bitcoin. O investimento será realizado de forma indireta, via contratos futuros de Bitcoin da Chicago Mercantile Exchange (CME).

O restante dos ativos líquidos do fundo serão investidos em uma série de mercados, como energia, metais industriais, metais preciosos e commodities agrícolas. Nesse caso, o Bitcoin seria apenas uma pequena fatia do total de ativos do fundo.

Nova corrida por um ETF

A proposta da WisdomTree difere das anteriores, que ou tentaram um ETF puro de Bitcoin, ou tentaram lançar um ETF misto de Bitcoin e títulos do tesouro norte americano. Todos eles foram rejeitados pela Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC).

Em todas as rejeições, a SEC levou em conta o tamanho do mercado de Bitcoin e possíveis manipulações como o principal risco. Adicionalmente, perguntas sobre como garantir a custódia dos Bitcoins e a falta de acordos de compartilhamento de vigilância foram levantadas.

O diretor de estratégia corporativa da WisdomTree, William Peck, disse que vê os criptoativos como uma extensão natural do modelo de negócios WisdomTree. Além disso, um ETF nos EUA não é a primeira aventura da gestora nesse mercado.

Com US$ 63 bilhões (R$ 31 bilhões) em ativos sob custódia, a gestora explorou o lançamento de uma stablecoin regulamentada no mercado dos EUA. No ano passado, lançou um produto negociado em bolsa (ETF) de Bitcoin na bolsa de valores da Suíça, a SIX.

Explorando os contratos futuros

O mercado para os contratos futuros de Bitcoin liquidados em dinheiro da CME tem crescido constantemente nos últimos meses. Maio registrou um recorde, fruto do aumento do interesse em futuros de Bitcoin de investidores institucionais.

O movimento lança o Bitcoin como uma oportunidade de investimento para um fundo que geralmente busca exposição aos mercados de commodities em geral. A princípio, os movimentos do mercado de commodities não se correlacionam diretamente com os índices. No entanto, muitos argumentam que o Bitcoin, que é negociado como uma mercadoria, tende a seguir esse mercado.

Caso seja aprovado, o ETF de Bitcoin pode contribuir para a expansão desse mercado. Até o momento, a maioria das opções de investimento em Bitcoin são restritas a investidores qualificados. Como um ETF possui cotas listadas em bolsa, qualquer pessoa pode comprá-lo. Com efeito, ele tornaria a exposição ao Bitcoin ainda mais fácil para qualquer investidor.

Leia também: Mega investidor de Wall Street prevê Bitcoin em R$ 250.000

Leia também: Número de pessoas que acreditam mais em Bitcoin do que em bancos cresce em 29%

Leia também: Gestora planeja competir com a Grayscale criando novo fundo de Bitcoin

Forex Crypto News: Cripto Facil