Mineradores de Ethereum dividem taxa de R$ 11 milhões paga por engano

Mineradores de Ethereum dividem taxa de R$ 11 milhões paga por engano

O grupo de mineração Ethermine decidiu distribuir entre seus mineradores de Ethereum a misteriosa comissão de R$ 11 milhões em ETH registrada na última quinta-feira.

Naquele dia, um usuário ou entidade ainda não identificada, enviou 350 ETH pagando a taxa incomum e misteriosa que repercutiu em toda a comunidade de criptomoedas.

A taxa incomum foi de 10.668 ETHs. Portanto, o usuário pagou quase 10 vezes em taxas o valor que pretendia enviar.

Taxa incomum

Considerando que poderia ser um erro, e depois de esperar quatro dias por uma mensagem do remetente da transação, o grupo passou a compartilhar os incentivos.

Assim, por meio de sua conta no Twitter, a Bitfly, empresa por trás do Ethermine, indicou que o tempo de espera era longo o suficiente para o responsável se identificar.

A empresa salientou ainda que, no caso de uma nova situação desse tipo no futuro, distribuirá as recompensas sem tempo de espera.

“Como o remetente da transação não entrou em contato conosco após quatro dias, tomamos a decisão final de distribuir a taxa de transação para as mineradoras em nosso pool”, informou a Bitfly.

Mineração de Ethereum

Um fato importante a ser observado é que na rede em média, cerca de 6.500 blocos são extraídos por dia. Desta forma, são produzidos cerca de 14.000 Ethereum por dia em incentivos.

Levando em consideração que o Ethermine possui 21% da rede, podemos concluir que ele minera aproximadamente 3.000 blocos por dia. Portanto, a recompensa total dessa comissão (10.668 ETH) representa mais de três dias de mineração do pool.

O Bitfly revelou que várias pessoas entraram em contato com eles dizendo que eram os autores da operação. No entanto, ninguém foi capaz de apresentar uma assinatura válida no endereço de entrega.

Taxas misteriosas

No total, foram três transações misteriosas. Na primeira delas, uma taxa de 10.666 ETH foi paga para transferir apenas 0,55 ETH.

Nesse caso, o grupo que minerou o bloco foi o Spark Pool, que relatou que estava esperando o remetente aparecer, pois suspeitava que poderia ser um erro.

A segunda transação foi a que envolveu o Ethermine, com uma taxa de 10.668 para transferir 350 ETH.

Além disso, uma terceira operação com características incomuns foi registrada na última sexta-feira, na qual 3.221 ETH foram transferidos com uma taxa de 2.310 ETH.

Uma empresa de pesquisa em blockchain indicou que as transações estariam relacionadas a um caso de extorsão, porém nada foi confirmado.

Leia também: Dataprev está buscando especialista em Ethereum para suporte técnico

Leia também: Comando Vermelho é transformado em tokens ERC-20 do Ethereum

Leia também: Transação de R$ 650 em Ethereum cobrou R$ 13 milhões em taxas

Forex Crypto News: Cripto Facil