Mineradores chineses roubam energia e acabam perdendo 14 Bitcoins e 4 mil ASICs

Dez mineradores chineses, da província de Jiangsu, tiveram seus equipamentos apreendidos por roubarem energia para abastecer as máquinas de mineração de Bitcoin. No total, segundo a polícia local, foram apreendidos 4 mil ASICs.

Os mineradores confessaram o crime e não fizeram objeções sobre a apreensão dos equipamentos, além disso, durante o julgamento, surpreenderam as autoridades ao entregarem, voluntariamente, 14 bitcoins, segundo eles, “fruto” das atividades.

Eles também declararam que a fim de reduzir o alto custo da operação de máquinas de mineração de Bitcoin, os réus conspiraram para alugar locais no distrito de Dantu, na cidade de Zhenjiang, de março de 2017 a maio de 2019, e roubaram a energia do estado para minerar Bitcoin através de um curto-circuito de indutores mútuos. Enquanto isso, os réus ainda contribuem para participar e ajudar a manter a gerência do local. Os equipamentos assim como os Bitcoins devem ser vendidos e o dinheiro revertido à filial da rede estadual de fornecimento de energia de Zhenjiang, Jiangsu Electric Power Co., Ltd.

Roubar eletricidade não é novidade na China, uma idosa de 61 anos na China foi condenada a quatro meses de detenção por roubar eletricidade para minerar Bitcoin. Além do tempo de prisão, a idosa também foi multada em 10.000 yuanes (cerca de US$ 1.450), e foi condenada a cobrir o custo das tarifas de eletricidade acumuladas durante esse período com seu equipamento de mineração confiscado pelas autoridades.

Forex Crypto News: Cripto Facil

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *