Mineradores afirmam em conferência na China que não vão desligar máquinas

Mineradores afirmam em conferência na China que não vão desligar máquinas

Apesar das condições precárias do mercado, das ameças de corte de energia e do preço do Bitcoin, que reluta em ficar acima de US$ 10 mil, os mineradores da China afirmaram que não vão desligar seus equipamentos.

Pelo contrário, segundo eles, agora é tempo de acumulação.

“Em tempos difíceis, continuamos segurando nossos recém-criados Bitcoins para o próximo movimento de alta que certamente virá”, disse um minerador nesta terça (26) durante uma conferência de mineração em Sichuan.

Bitcoin vai subir

Lv Lei, cofundador do provedor de serviços de mineração de Bitcoin Cybtc, fez uma previsão ousada de que haverá um aumento de 10 vezes no preço do criptoativo.

Já um mineiro veterano de sobrenome Xu disse na conferência que seu objetivo é o intervalo de US$ 30 a US$ 40 mil.

Assim, enquanto muitos analistas previam uma queda no hash rate após o halving, os mineradores disseram um grande “não” para as previsões.

Segundo eles, somente pequenas fazendas de mineração podem ser forçadas a desligar por preços sustentados abaixo dos custos de produção.

Porém, a maioria dos mineradores experientes estão bem capitalizados e mais bem preparados para enfrentar as rotas do mercado.

“Vamos permanecer leais à rede”, disse um grupo de mineradores.

Conferência de mineração em Sichuan

Na cúpula dos mineradores, que durará uma semana em Sichuan, a maioria dos mineradores de Bitcoin reclamava das condições do mercado. No entanto, se mantiveram firmes perante as dificuldades.

Dai Pengcheng, diretor regional de vendas da Bitmain, fez contas simples. Em 2016, o hash rate da rede do Bitcoin era de cerca de 1400P. Hoje, é de cerca de 100E. Ou seja, um aumento de cerca de 71 vezes.

Em comparação, o preço do Bitcoin estava em torno de US$ 400 em 2016. Agora, está pairando em torno de US$ 9.000. Um aumento de cerca de 22 vezes.

Assim, em termos de receita de mineração, em 2016, poderiam ser ganhos 0,0025 BTC por hash e agora é quase 320 vezes menor. Em outras palavras, a mineração de Bitcoin está ficando mais difícil e mais cara.

Porém, isso não impediu a mineração de crescer mais do que o preço do Bitcoin. Desta forma, segundo ele, o mesmo se repetirá agora.

Leia também: Chefe do banco central da China: “não há cronograma para lançamento de moeda digital”

Leia também: Minerador desmente Craig Wright e se prova dono de 145 carteiras de Bitcoin

Leia também: Hackers clonam cartão e movimentam valores em Bitcoin no Brasil, revela documentário

Forex Crypto News: Cripto Facil