Kraken emite relatório questionando avaliação do Goldman Sachs sobre Bitcoin

Kraken emite relatório questionando avaliação do Goldman Sachs sobre Bitcoin

A apresentação sobre ouro e Bitcoin realizada pelo Goldman Sachs na semana passada não repercutiu bem na comunidade de criptomoedas. Destinada aos clientes, a apresentação desaconselhava o investimento em ambos os ativos.

Em virtude disso, a exchange Kraken decidiu lançar um relatório questionando os pontos do Goldman Sachs. Intitulado Vires in Numeris, o documento traz vários pontos positivos do Bitcoin, bem como sua evolução ao longo dos seus 10 anos de existência.

“O Grupo de Estratégia de Consumidores e Investimentos da Goldman Sachs fez uma apresentação na semana passada. Em nossa opinião, o banco subestimou severamente o valor do BTC para pagamentos e economias globais”, afirmou a Kraken.

Entre dados técnicos e preço

Ao contrário da apresentação do Goldman, a Kraken decidiu focar mais na evolução da rede do Bitcoin. O relatório traz vários dados sobre escalabilidade, melhorias presentes na rede, entre outros. Dois deles, no entanto, chamam a atenção como bons indicadores.

O primeiro é o número de carteiras ativas de Bitcoin, que está em constante crescimento desde 2019. Em janeiro, esse número chegou perto dos 50 milhões de endereços.

Carteiras ativas de Bitcoin
Carteiras ativas de BTC

O segundo indicador é o aumento das pesquisas sobre Bitcoin no Google. Ele costuma ser utilizado como uma métrica do aumento no interesse pelo BTC. De acordo com os dados, há uma correlação quase perfeita entre o aumento do interesse e o preço do criptoativo.

Aumento das pesquisas sobre Bitcoin no Google
Aumento das pesquisas sobre Bitcoin no Google

Além disso, a Kraken destacou o crescimento do BTC desde que ele surgiu, especialmente em seu valor de mercado.

“O BTC superou muitas barreiras à adoção, alcançando um valor de mercado de US$ 170 bilhões (R$ 850 milhões) em 10 anos. Isso sem equipe de marketing, sem apoio de bancos de investimento e sem apoio dos governos.”

“Ativo que não gera renda”

O argumento de que “criptomoedas não geram fluxo de caixa nem renda” também foi utilizado pelo Goldman contra o BTC. Entretanto, a Kraken destacou que o BTC possui várias propriedades que lhe dão valor. Propriedades que, inclusive, estão presente no próprio dinheiro governamental.

“Se você ainda não conhece a tecnologia, é importante primeiro entender que o Bitcoin compartilha muitas das propriedades que valorizam as commodities tradicionais e o dinheiro do governo. Escassez, durabilidade, portabilidade, divisibilidade, fungibilidade e aceitabilidade”, afirmou a exchange.

Por fim, o documento encerra com uma nota otimista que contrapõe a recomendação do Goldman Sachs. “Bitcoin é uma tecnologia revolucionária. Possui qualidades promissoras, como um sistema monetário desafiador e meio de transferir e armazenar valor. Apesar dos altos e baixos da última década, ele está a caminho de se tornar um fenômeno global”.

Leia também: Bitcoin Core 0.20.0 é lançado; confira as atualizações

Leia também: Ativos como Bitcoin “não atendem necessidades básicas”, diz professor de finanças da PUC

Leia também: 4 fatores que mostram que o Bitcoin pode ver uma alta massiva de preço em breve

Forex Crypto News: Cripto Facil