Justiça brasileira aciona Poloniex sobre Bitcoins da Minerworld

A Justiça brasileira acionou as exchanges Neteller e Poloniex acerca dos Bitcoins, outras criptomoedas e stablecoins pertencentes à Minerworld, suposta pirâmide financeira que atuava no Brasil afirmando realizar trade e operações de mineração de Bitcoin.

A determinação foi feita pelo juiz titular da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos de Campo Grande David de Oliveira Gomes Filho, que determinou o envio de Cartas Rogatórias aos Estados Unidos, a fim de verificar o eventual saldo de criptomoedas em contas da suposta pirâmide.

Segundo informações do portal Midiamax, o envio de cartas rogatórias foi acertado pela Justiça em janeiro deste ano, quando ocorreu a primeira audiência da ação civil pública que julga a Minerworld e vários outros réus ligados à empresa. A audiência foi arbitrada para que os réus cedessem senhas e logins de acesso de contas em exchanges, a fim de ver e bloquear eventuais saldos de criptomoedas.

Porém, durante a audiência, não foram localizadas grandes quantias em carteiras de Bitcoin associadas aos investigados. No total, foram encontrados apenas US$763,80 na exchange Neteller e  0,00002469 e 0,0007597 Bitcoins em outras carteiras.

Leia também: Tribunal Regional Federal mantém condenação contra Minerworld

Forex Crypto News: Cripto Facil

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *