Jogadores de Minecraft poderão criar seus próprios ativos em blockchain

Jogadores de Minecraft poderão criar seus próprios ativos em blockchain

Após oferecer um prêmio em Bitcoin, o popular jogo Minecraft traz mais uma novidade para seus fãs. Um novo plug-in permite aos jogadores possam colocar ativos de blockchain diretamente em seus servidores.

Construído pela startup de jogos Enjin, o EnjinCraft é um plugin de blockchain criado em código aberto. Ele permite aos jogadores gerar ativos no Minecraft Java Edition sem a necessidade de escrever nenhum código.

O plug-in marca o segundo lançamento do Enjin para Minecraft após o lançamento inicial do DonationCraft em 2013. Com 5,1 milhões de downloads, o DonationCraft permite que os jogadores aumentem seus servidores Minecraft criando um site de servidores e uma loja de doações.

Minecraft terá “propriedades digitais” em blockchain

A nova ferramenta permite que os hosts de servidores criem suas próprias economias Minecraft localizadas. Como resultado, os jogadores poderão ter propriedade tangível sobre itens e moedas do jogo.

Ela também permite que os jogadores negociem com segurança seus ativos de maneira ponto-a-ponto (P2P), sem intermediários. Dessa forma, as negociações poderão ser feitas através do servidor ou por meio de salas de bate-papo externas e plataformas de negociação digital, como a Enjin Marketplace.

O cofundador e CTO de Enjin, Witek Radomski, falou que a nova ferramenta é apenas o começo de uma “nova era”.

“A EnjinCraft é o começo de uma nova era para jogos de sandbox. Os jogadores agora têm uma participação tangível em seus mundos de jogos. Já os proprietários de servidores podem criar novos tipos de experiências viciantes usando itens de coleção e itens com escassez e valor no universo digital.”

A Enjin também lançou um kit de desenvolvimento de software de código aberto (SDK) para Java. Através dela, desenvolvedores podem implementar blockchain em aplicativos móveis, computadores ou navegadores baseados em Java.

Impacto da blockchain em jogos

A criação de “itens com escassez e valor no universo digital” é um dos aspectos mais singulares da blockchain. Ao criar a escassez do mundo real no meio digital, ela permite o florescimento de um novo mercado dentro do setor de jogos.

Com efeito, esse fenômeno começa a ser visto em outros esportes, como basquete e futebol. Recentemente, a Liga Norte-americana de Basquete (NBA) recebeu uma patente para lançar tokens colecionáveis em blockchain no Brasil.

Ao mesmo tempo, essa tendência também está em alta no esporte mais popular do mundo. Clubes de futebol como Real Madrid (Espanha), Arsenal (Inglaterra) e Bayern de Munique (Alemanha) também buscam lançar seus próprios tokens.

Leia também: Concorrente da Twitch baseada em blockchain chega a smartphones da Samsung

Leia também: Anthony Pompliano: ações e moedas fiduciárias são jogos feitos para o cidadão comum perder

Leia também: Rede blockchain para CPF no Brasil começa a ser implantada nos estados

Forex Crypto News: Cripto Facil