O cofundador do Ethereum Vitalik Buterin se tornou o centro das atenções no Natal, tendo em vista que o mercado teme que Buterin despeje seus US$25 milhões em Ethereum no mercado. Segundo a Cointelegraph, uma pesquisa feita junto à plataforma Etherscan mostrou que 92.000 ETH foram movidos de uma carteira para a exchange Kraken no dia 25 de dezembro.

Baleia ou Buterin?

Conforme ressaltado pela empresa de análises ViewBase, a carteira continha mais de 300.000 ETH antes da transação, tendo recebido a maior parte de seu conteúdo de Buterin anos atrás. Comentários feitos na análise apontam:

“A baleia é provavelmente um desenvolvedor da rede Ethereum ou o próprio Vitalik Buterin.”

A transação representou um dos três grandes movimentos para exchanges realizados em rápida sucessão. A Huobi recebeu 99.987 ETH, enquanto a Binance recebeu 25.908 ETH.

O valor total das transações é US$25,5 milhões. Respondendo à ViewBase, membros da comunidade de criptoativos imediatamente levantaram a hipótese de ser Buterin ou um investidor associado planejando pular fora do barco.

Pânico sobre um possível dump

Buterin não tomou parte na discussão, gerando uma terceira rodada de rumores sobre saldos em Ethereum sendo liquidados nos últimos dias. Em uma entrevista ocorrida no início de dezembro, Buterin revelou que ele mesmo orquestrou a venda de 70.000 ETH em 2018, quando a altcoin estava em sua marca mais alta. O valor angariado foi equivalente a US$100 milhões.

Na semana passada, 789.000 ETH foram transferidos entre duas carteiras de posse da suposta pirâmide financeira PlusToken. O clima na comunidade está se tornando hostil em relação ao protocolo Ethereum conforme 2019 se aproxima do fim. Desenvolvedores estão sendo duramente criticados pela gestão das atualizações previstas no roadmap.

A maior altcoin do mercado passará por dois hard forks em questão de semanas, algo descrito pelo programador Udi Wertheimer como “absurdo”. O Ethereum declinou 17% desde o início de dezembro e, em relação à sua alta de US$335 em 2019, a queda superou os 60%.

Leia também: Nova atualização do Ethereum acontecerá em 01 de janeiro de 2020