Hashdex e Nasdaq lançam primeiro ETF de criptomoedas do mundo

Hashdex e Nasdaq lançam primeiro ETF de criptomoedas do mundo

Muito se discute sobre ETFs de criptomoedas e a aprovação dos mesmos. Nesse cenário, Hashdex e Nasdaq saíram na frente e lançaram o primeiro ETF de criptomoedas do mundo.

De acordo com um comunicado encaminhado ao CriptoFácil nesta terça-feira (9), o Hashdex Nasdaq Crypto Index ETF será negociado na Bolsa de Valores de Bermudas (BSX, na sigla em inglês).

Trata-se de mais uma porta de entrada para investidores institucionais ao mercado de criptomoedas.

É importante salientar que, em janeiro deste ano, os fundos da Hashdex superaram a valorização do Bitcoin.

Primeiro ETF de criptomoedas do mundo

Um ETF é um fundo publicamente negociado, como uma espécie de ação. Ou seja, uma cesta de ativos que tem “partes” dela negociadas abertamente.

O ETF vai rastrear o Nasdaq Crypto Index (NCI), desenvolvido em conjunto por Nasdaq e Hashdex. O índice foi projetado para representar o mercado de criptoativos, selecionando criptomoedas através de rígidos critérios de elegibilidade.

Assim como os fundos da Hashdex, o NCI passará por um processo de rebalanceamento a cada três meses. O objetivo é manter o bom desempenho e representar da melhor forma o mercado de criptomoedas.

Ademais, o índice será mantido pelo agente de cálculo da Nasdaq, o CF Benchmarks.

Por que Bermudas?

Segundo o comunicado, a escolha de Bermudas se deu por sua regulamentação avançada sobre criptoativos. Assim, a BSX foi a escolha mais óbvia para manter o ETF.

Em setembro de 2020, a bolsa já havia anunciado a aprovação da listagem do fundo. Com o início das negociações, o ETF deve marcar o início de uma nova era no mercado global de criptomoedas.

Marcelo Sampaio, CEO da Hashdex, comentou sobre o lançamento do ETF:

“Com o suporte da Nasdaq, do seu agente de cálculo CF Benchmarks, e da BSX, estamos extremamente felizes em trazer ao mercado o primeiro ETF de cripto do mundo. Essa é uma grande conquista que mostra a maturidade do mercado de criptomoedas, que conquistou um patamar de respeito em 2020. Além disso, o lançamento também consolida nossa presença como um player global relevante neste segmento. O produto também deve acelerar a entrada de investidores institucionais em cripto, seguindo uma tendência que ganhou muito fôlego nos últimos meses.”

A Nasdaq também se manifestou sobre a novidade por meio de Stephen Koshansky, chefe de produtos e pesquisa de ativos digitais da companhia:

“Vimos um desenvolvimento na maturidade do ecossistema de criptomoedas, que pode ser explorado por um índice baseado em regras, como o Nasdaq Crypto Index. A Nasdaq trabalhou de perto com a Hashdex para criar critérios para o índice, que são objetivos na seleção de ativos para representar o mercado de criptomoedas. Eles serão filtrados e examinados por bolsas e provedores de custódia confiáveis.”

Brasileiros terão acesso

A exposição ao ETF Nasdaq Crypto Index está disponível para investidores brasileiros por meio de três fundos que a Hashdex distribui no país.

Estes fundos oferecem 20%, 40% ou 100% de exposição ao ETF. Os produtos podem ser encontrados nas maiores plataforma de investimentos do país, e atendem todos os perfis de investidores.

Abaixo, é possível conferir o desempenho dos fundos da Hashdex entre 2020 e 2021:

Desempenho dos fundos da Hashdex. Fonte: Mais Retorno
Desempenho dos fundos da Hashdex. Fonte: Mais Retorno

Leia também: Ethereum domina 80% do investimento institucional no início de fevereiro

Leia também: 3 criptomoedas que podem bombar em breve, segundo análise

Leia também: BNB acumula ganhos de 31% e bate máxima histórica

Forex Crypto News: Cripto Facil