Hackers invadem canal de brasileiro no YouTube e exibem anúncios de criptomoedas

A virada do ano é tida por muitos como uma data de “renovação” e aqueles que acreditam nisso buscam passar o dia de forma harmoniosa, na expectativa de que o próximo ano se dê da mesma forma. Segundo o portal Viciados, o último dia do ano para o youtuber brasileiro Marlon Marins, do canal Marlon Xgamer, não foi dos melhores. Marins teve seu canal no YouTube hackeado e os invasores exibiram vídeos sobre criptomoedas na tentativa de realizar um golpe muito conhecido.

Canal de jogos vira canal de criptomoedas

Marins é muito conhecido na comunidade brasileira de jogos por publicar vídeos referentes ao famoso Grand Theft Auto, jogo popularmente conhecido como GTA. O youtuber já havia passado da marca dos 500 mil inscritos quando foi vítima de um hack, supostamente perpetrado por hackers russos.

A primeira ação dos hackers foi alterar o nome do canal para “Ethereum Prod.”. Com o nome alterado, os hackers começaram a exibir vídeos no formato de transmissão online, tentando executar um conhecido golpe do mercado de criptoativos – utilizado com frequência em 2017, quando ICOs eram febre. Trata-se do golpe em que a imagem de uma figura conhecida da criptoesfera é utilizada, afirmando dar um grande valor em criptomoedas caso enviem uma quantia menor primeiro.

Para o golpe em questão, vídeos envolvendo Vitalik Buterin eram exibidos, com uma legenda informando que Buterin estaria distribuindo Ethereum. Para os mais atentos, o fato de Buterin estar envolvido em uma distribuição de Ethereum já é um sinal muito negativo, tendo em vista que o cocriador do Ethereum até mesmo já informou por muito tempo em seu nome de usuário no Twitter que não distribui a maior altcoin do mercado.

Para o golpe em questão, vídeos envolvendo Vitalik Buterin eram exibidos

Marins foi até o Twitter para informar que o canal havia sido hackeado e, pouco tempo depois, o YouTube retirou o canal do ar. A plataforma para criadores de conteúdo informou Marins que estava trabalhando para resolver o problema e devolver o canal, embora o resultado ainda seja incerto.

Trata-se de uma reinvenção deste golpe, que por muito tempo permeou o Twitter. Era comum encontrar nos comentários de publicações de figuras famosas da criptoesfera no Twitter comentários oferecendo retornos sobre criptomoedas, do tipo “doe 5 Ethereum receba 20”. Apesar de ainda existirem, tais bots têm aparecido em menor número na rede social, após uma investida feita pelo próprio Jack Dorsey (criador e CEO do Twitter) para acabar com eles.

Com a dificuldade aumentada para realizar o golpe, hackers tiveram que se adaptar para 2020 – e começaram cedo.

Leia também: YouTube volta atrás sobre remoção de conteúdos relacionados a criptomoedas

Forex Crypto News: Cripto Facil

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *