Grayscale imobiliza 10 mil Bitcoins; Entenda como isso afeta o mercado

Grayscale imobiliza 10 mil Bitcoins; Entenda como isso afeta o mercado

Na última quarta-feira, 24 de junho, a Grayscale Investments realizou a maior imobilização de Bitcoins em toda a sua história. A empresa imobilizou nada menos que 10.844 Bitcoins sob custódia, reforçando o apetite dos investidores pelo criptoativo.

O novo recorde já havia sido antecipado por Barry Silbert, fundador da empresa. Na terça-feira, 23 de junho, Silbert anunciou “o recorde de captação diária” de Bitcoins.

A título de comparação, o valor é maior do que os 10.000 Bitcoins envolvidos na primeira transação da história, o Bitcoin Pizza Day. No entanto, enquanto os Bitcoins de Lazlo compraram duas pizzas de US$ 25,00 (R$ 125,00), a Grayscale imobilizou o equivalente a cerca de US$ 93 milhões (R$ 492 milhões).

A Grayscale é responsável pela gestão de vários fundos de criptoativos. O principal deles é o Bitcoin Trust (GBTC), mas ela também possui fundos de Ether (ETH), Zcash e outros ativos. Como os fundos são restritos a investidores qualificados, eles servem como um termômetro desse mercado.

Atualmente, a gestora possui 386.852 Bitcoins sob custódia, ou cerca de US$ 3,6 bilhões (R$ 19 bilhões). O total corresponde a aproximadamente 2% de todos os Bitcoins em circulação até o momento.

Grayscale

Grayscale aumenta apetite por Bitcoin

Não é de hoje que a gestora vem aumentando suas posições em Bitcoin. Nas últimas semanas, a Grayscale frequentemente tem imobilizado quantias diárias superiores a 1.000 Bitcoins. Embora haja divergências sobre o impacto disso no preço do Bitcoin, não há dúvidas de que é um grande movimento.

Nos últimos dois meses, a gestora aumentou em quase 50% seus ativos sob gestão no GBTC. A marca anterior havia sido de US$ 2,2 bilhões (R$ 11 bilhões) registrada em abril. Isso significa que o apetite dos investidores não arrefeceu, mesmo durante a pandemia de Covid-19.

A Grayscale permite o investimento no GBTC via compra de cotas. Elas costumam ser negociadas com um certo ágio em relação ao preço do Bitcoin físico. Até a finalização deste texto, a cota apresentava uma queda de 6,8% e negociava a US$ 10,20 (R$ 53,00).

GBTC

Leia também: “Quer protestar? Compre Bitcoin!”, afirma Max Keiser

Leia também: Pesquisa aponta que 83% dos endereços de Bitcoin estão lucrativos

Leia também: Análise do Bitcoin; Indicador mostra possível queda no BTC

Forex Crypto News: Cripto Facil