Governo da Suíça rejeita pacote de ajuda ao Crypto Valley e especialista comenta o caso

Governo da Suíça rejeita pacote de ajuda ao Crypto Valley e especialista comenta o caso

No final de abril, o CriptoFácil relatou que o famoso “Crypto Valley” da região de Zug, Suíça, solicitou ajuda do governo para combater os efeitos da pandemia de Covid-19. O pacote solicitado foi de 100 milhões de francos suíços (R$ 556 milhões).

Porém, o jornal Tages-Anzeiger informou em 24 de maio que o governo negou o pedido feito pelo Cantão de Zug.

O dinheiro seria utilizado para auxiliar as empresas de criptoativos locais. O diretor financeiro de Zug, Heinz Taennler, iniciou o suporte ao pacote financeiro, mas não recebeu a resposta esperada.

Crypto Valley recebe ajuda abaixo do esperado

Inesperadamente, o resgate de Crypto Valley foi o único dentre “cerca de 24” pedidos relacionados à Covid-19 a ser rejeitado integralmente pelo governo suíço. As empresas terão que se contentar com um empréstimo de 15 milhões de francos suíços (R$ 83 milhões) anunciado pelo cantão de Zug na segunda-feira, 25 de maio.

De acordo com a matéria, “mais de dois terços” das startups de criptoativos que solicitaram um empréstimo federal de garantia contra a Covid-19 não conseguiram obter os valores pedidos.

Pelo novo programa, as startups de Crypto Valley poderão solicitar um empréstimo de qualquer banco. O crédito será coberto pelo governo federal (65%) e o governo do cantão de Zug (35%). O período de solicitação será de 27 de maio de 2020 a 31 de agosto de 2020. Os pedidos serão examinados pelo governo e “especialistas de fora da administração”.

Empresas já sentem impactos

Anteriormente considerada uma das regiões mais inovadoras do mercado de criptoativos e blockchain, o Crypto Valley não passou imune pela atual crise financeira.

Por causa da pandemia, quase 80% das empresas do Crypto Valley disseram que enfrentariam problemas este ano. Muitos investidores de private equity retiraram suas participações nas empresas, agravando mais a crise.

Os postos de trabalho também começaram a ser afetados. Por consequência, cerca de 57% das empresas locais já haviam realizado cortes de seus funcionários.

O CriptoFácil entrou em contato com representantes do Crypto Valley para comentar sobre o caso. Esta matéria será atualizada assim que obtivermos resposta.

Leia também: Covid-19 pode viabilizar pagamentos via blockchain no Brasil

Leia também: Lei no Brasil pode ser primeiro passo para fim do dinheiro em espécie

Leia também: Paxful lança campanha de doação de Bitcoin para lutar contra o COVID-19 na África

Forex Crypto News: Cripto Facil