Golpistas roubam R$ 690 mil em Bitcoin em um dia usando o YouTube

Golpistas roubam R$ 690 mil em Bitcoin em um dia usando o YouTube

Golpistas arrecadaram R$ 128,24 milhões em Bitcoin durante os primeiros seis meses de 2020. Isso foi o que concluiu a Whale Alert em seu novo relatório.

Os ladrões cibernéticos estão achando cada vez mais fácil enganar as pessoas, conforme seus esquemas foram se tornando incrivelmente profissionais e agressivos, disse o relatório publicado em 10 de julho.

Por exemplo, de acordo com o relatório, somente um golpe tomou mais de R$ 697.000 em um dia:

“Com nada mais do que um site, um endereço de Bitcoin e uma quantidade razoável de publicidade no YouTube”.

Outro golpe embolsou R$ 8 milhões em seis meses, promovendo uma exchange falsa com um “site amador cheio de erros de ortografia”.

Usando sua ferramenta de análise, a Scam Alert, a Whale Alert coletou “centenas” de dados de relatórios, sites e endereços de Bitcoins.

O perfil, famoso por rastrear transações de Bitcoin em larga escala, concluiu que “o crime com criptomoedas compensa. E compensa muito”.

Isso ocorre principalmente porque é livre de riscos. Isso significa que os autores têm uma chance extremamente baixa de serem pegos.

Segundo o relatório, golpistas fugiram com mais de R$ 204 milhões em BTC nos últimos quatro anos, sem contar os esquemas Ponzi.

Até o final de 2020, o Whale Alert estima que os golpistas conseguirão mais de R$ 269 milhões – um aumento de 2.000% desde 2017.

Golpes mais comuns

Existem dezenas de tipos diferentes de golpes, como extorsões, exchange falsas, ICO falsas e golpes com vídeo. Mas o tipo de golpe mais proeminente no momento é o “giveaway”, disse o Whale Alert.

Esse golpe usa identidades de celebridades como Elon Musk ou exchanges conhecidas para atrair as pessoas a enviarem suas criptomoedas com a promessa de receber o dobro.

Tais esquemas podem render entre alguns milhares de reais até milhões “dependendo da habilidade e esforço dos golpistas”.

O Whale Alert disse que a metodologia aprimorada sugere que “equipes profissionais inteiras” podem estar por trás dos golpes.

“Uma coisa é muito óbvia: o que está sendo feito agora para impedir esses criminosos não é suficiente e, se não agirmos como uma comunidade, a reputação da blockchain poderá não ser capaz de se recuperar a longo prazo”, alertou.

Dinheiro fácil não existe

Mesmo com esses golpes sendo antigo e já “batidos”, algumas pessoas ainda são vítimas. Em um dos golpes, somente um endereço de Bitcoin conseguiu embolsar mais de R$ 53.000.

Desta forma, ainda que o golpe já seja conhecido aos investidores, novos membros da esfera acabam figurando como vítimas.

O episódio ressalta a importância de pesquisar sobre mercados antes de resolver desbravá-los.

Leia também: Criminosos do Brasil roubam Bitcoin no mundo todo usando um malware

Leia também: Hackers cobram Bitcoin e Monero por dados de 142 milhões de hóspedes de famoso resort

Leia também: Roubos de Bitcoin ultrapassam R$ 100 milhões no primeiro semestre de 2020

Forex Crypto News: Cripto Facil