Ethereum fica 25% mais rápido após hard fork Muir Glacier

O Ethereum ficou mais rápido após a ativação do hard fork Muir Glacier, com o tempo médio para um bloco ser encontrado na blockchain tendo diminuído 25%, segundo dados do Etherscan. A ferramenta mostra que, de 01 a 04 de janeiro, o tempo médio diário de bloqueio diminuiu de 17,16 segundos para 12,96 segundos.

Gráfico do tempo médio de bloqueio do Ethereum de 3 de março a janeiro. 4

No entanto, com os blocos sendo encontrados mais rapidamente, o resultado foi um maior número de Ethereum sendo gerado por dia, uma vez que diferente do Bitcoin, o Ethereum tem um fornecimento ilimitado até o momento. De acordo com o gráfico de contagem e recompensa de blocos no Ethereum da Etherscan, durante 1º de janeiro, os mineradores criaram 4.980 novos blocos e 10.237 ETH. Enquanto isso, em 04 de janeiro, as mineradoras da rede criaram 6.570 novos blocos e 13.437 novos ETH. Isso representa um aumento de quase 32% no número de blocos e mais de 31% nas recompensas.

Gráfico de contagem de blocos e recompensas Ethereum de 3 de março a janeiro. 4

Como noticiou o CriptoFácil, o hard fork Muir Glacier foi ativado em 01 de janeiro com sucesso. A atualização, ativada pelo EIP 2387, adiou a bomba de dificuldade em 4.000.000 de blocos e preparou o Ethereum para um processo de transição de rede que tem como objetivo migrar de um mecanismo de consenso (PoW) atualmente em uso, para um novo mecanismo (PoS), que deve ativar o que vem sendo chamado de Ethereum 2.0.

Leia também: Ethereum conclui ativação do hard fork Muir Glacier com sucesso

Forex Crypto News: Cripto Facil

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *