Embratel usará blockchain para migrar dados da rede pública de saúde para nuvem

Embratel usará blockchain para migrar dados da rede pública de saúde para nuvem

Com o apoio do Ministério da Saúde, a Embratel, uma das principais empresas de telecomunicação do Brasil, usará blockchain para migrar os dados da rede pública de saúde para a nuvem. O uso da tecnologia visa garantir a segurança das informações.

De acordo com uma matéria desta quarta-feira, 15 de abril, do portal de notícias InforChannel, a Embratel já está transferindo os dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde do Brasil (DATASUS) para a nuvem. Em seguida, esses dados serão disponibilizados com segurança e estabilidade na Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS). A RNDS é um projeto do programa do Governo Federal para a digitalização das informações de saúde no Brasil, o Conecte SUS.

“A arquitetura em Nuvem da Embratel proporciona a migração de grandes volumes de dados com toda a segurança necessária, especialmente em relação a informações sensíveis e sigilosas”, explicou o diretor executivo de Soluções Digitais da Embratel, Mário Rachid.

Esses dados poderão ser acessados por profissionais de saúde do setor público, gestores municipais e estaduais bem como pelo próprio paciente, que poderá acessar o seu histórico médico por meio de aplicativo. Desta forma, toda a cadeia de atendimento do paciente, que inclui tratamentos realizados, poderá ser melhor acompanhada, o que irá facilitar a tomada de decisão sobre cada caso. O acesso às informações atenderá a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e só poderá ser compartilhado mediante autorização do paciente

Além disso, quando o novo sistema for implementado, tanto o envio dos dados quanto o acesso a eles será facilitado e as informações estarão sempre atualizadas.

A diretora executiva para Governo da Embratel, Maria Teresa Lima, destacou que a Embratel acredita no potencial da tecnologia para auxiliar a administração pública e os atendimentos médicos. “Estamos participando de um projeto de grandes proporções e que poderá servir de exemplo para outros países que desejam digitalizar seus sistemas de saúde pública”, avaliou. 

Essa iniciativa faz parte da licitação vencida pela Embratel para fornecimento de soluções, apoio técnico e treinamento de Computação em Nuvem para entidades do Governo Federal, como o Ministério da Saúde.

Leia também: Dias Toffoli autoriza medida que pode impulsionar blockchain e digitalização de cartórios

Leia também: Plataforma PIER do BACEN custou mais de R$ 1 milhão e será baseada na blockchain da JP Morgan

Leia também: HTC permitirá mineração de Monero em seu celular blockchain Exodus

Forex Crypto News: Cripto Facil