Em prisão domiciliar, ex-diretor jurídico da Unick Forex faz live para anunciar novos projetos 

Em prisão domiciliar, ex-diretor jurídico da Unick Forex faz live para anunciar novos projetos 

Monitorado por uma tornozeleira eletrônica em sua casa em Bragança Paulista (SP), onde cumpre prisão domiciliar, ex-diretor jurídico da Unick Forex, Fernando Lusvarghi, fez uma transmissão ao vivo para anunciar “novos projetos”. A live ocorreu na noite desta quarta-feira, dia 29 de abril, e está disponível em seu canal no YouTube.

Preso desde outubro de 2019 durante a deflagração da Operação Lamanai, orquestrada pela Polícia Federal, Lusvarghi é dono da SA Capital, empresa conhecida por garantir o suposto esquema de pirâmide financeira da Unick. O advogado, que responde pelos crimes de organização criminosa, evasão de divisas e crimes contra o sistema financeiro, tratou na Live basicamente sobre o projeto da SA Capital. No entanto, ele ainda comentou o processo judicial enfrentado por ele e pela empresa no final do vídeo, sem muitos esclarecimentos.

Palestra em maio

Um dos destaques da transmissão, que durou pouco mais de 13 minutos, foi o anúncio sobre a primeira palestra virtual do advogado, prevista para maio deste ano. Segundo Lusvarghi, o objetivo da ação é demonstrar aos clientes da SA Capital, de forma objetiva, prática e simples, os benefícios do conhecimento nas áreas de gestão empresarial e na áreas de direito para o empreendedor. A ideia é que eles possam aplicar esses conhecimentos no dia a dia e melhorar a eficiência de seus negócios, explicou Lusvarghi.

Além dessa palestra,  ex-diretor jurídico da Unick também comentou, de maneira geral, a nova iniciativa que está sendo desenvolvida pela empresa. Conforme informou, trata-se de um projeto para que os clientes possam interagir diretamente com ele e com coachs em reuniões privativas, videoconferências, palestras e brainstorms para melhorar os resultados de seus negócios.

“Segredo de justiça”

Após explicar de maneira superficial o novo projeto, Lusvarghi comentou brevemente seu envolvimento com a Unick e afirmou:

“Essas questões estão sendo devidamente tratadas pelas autoridades judiciais. Existe hoje um processo em curso, acredito que de conhecimento de todos. Um processo que, desde outubro do ano passado, tem sido muito divulgado e repercutido nas mídias”, disse. “Acredito que no final desse processo as responsabilidades e obrigações de cada um dos envolvidos estarão definidas e determinadas pela justiça.”

Lusvarghi ainda falou que as perguntas dos clientes são inerentes ao processo que tramita em segredo de justiça. “Como advogado e como parte do processo, não é coerente que eu divulgue ou traga qualquer informação sobre o caso”, observou.

“O que eu posso dizer é em relação às obrigações assumidas pela minha empresa, a SA Capital. Essas obrigações estão sendo cumpridas da melhor maneira possível”, pontuou.

Leia também: Justiça descobre que contas da G44 estão vazias após ordenar bloqueio

Leia também: Casal que vendeu a casa para investir na Unick Forex sofre na crise da covid-19

Leia também: Mulher que vendeu carro e fez empréstimo para investir na Midas Trend sofre com depressão

Forex Crypto News: Cripto Facil