Economista Nouriel Roubini reconhece o Bitcoin como uma “reserva de valor parcial”

O economista Nouriel Roubini, notório crítico das criptomoedas, admitiu nesta quarta-feira, 16 de outubro, que o Bitcoin é “uma reserva de valor parcial”.

Roubini fez sua admissão durante um painel no qual participou junto com uma série de figuras de alto nível da indústria de criptoativos, como Brock Pierce, Bobby Lee e Tone Vays – durante a conferência do CC Forum 2019, realizada em Londres, Reino Unido. A informação foi divulgada pela agência de notícias Cointelegraph.

“Talvez o Bitcoin seja uma reserva de valor parcial”

A afirmação de Roubini imediatamente gerou repercussão. Tone Vays escreveu em seu Twitter nesta quinta-feira, 17 de outubro, que a admissão de Roubini sem dúvida representa “pequenos passos” em sua posição em relação às criptomoedas – apesar do fato de que Roubini prosseguiu sua fala com uma série de críticas.

“Talvez o Bitcoin seja uma reserva de valor parcial, mas não é uma unidade de conta, não é um meio de pagamento, não é escalável […] apesar de seu rali de alta no início deste ano, perdeu 60% de seu valor, já que é o pico, então não vejo isso indo a lugar nenhum, francamente”, emendou o economista, que utilizou palavras fortes na sequência.

“Eu aceitaria o dólar norte-americano sobre qualquer uma das suas moedas de merda”, disse ele ao fundador da exchange BTCC Bobby Lee, argumentando que a inovação financeira, embora iminente, viria das implementações das tecnologias de Inteligência Artificial, Big Data e IoT no mercado de fintech.

Roubini observou que, como analista de crises financeiras, ele “não é defensor do sistema financeiro tradicional”. Mesmo assim, ele argumentou que as respostas dos bancos centrais à crise de 2008 – ou seja, política monetária coordenada e o Fed assumindo o papel de “emprestador de última instância” -, haviam impedido a Grande Recessão de tornar-se “uma Grande Depressão 2.0”.

De volta ao escambo

Roubini argumentou ainda que a tokenização de ativos, como proposto por alguns defensores da blockchain, poderia levar a economia à uma “Idade da Pedra do escambo”, pois inibiria uma medida do preço relativo dos produtos.

“Até os Flintstones tinham um sistema de valor mais sofisticado do que criptomoedas”, disparou.

A avaliação sombria do economista sobre criptomoedas coincidiu com sua perspectiva pessimista sobre o cenário macroeconômico, na qual ele enfatizou os riscos de uma guerra fria comercial entre os EUA e a China e outros problemas ao redor do mundo, inclusive na Europa.

Leia também: Tone Vays afirma que a correção de preço do Bitcoin será longa

Forex Crypto News: Cripto Facil

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *