Dono da MicroBTC é preso por “roubar” segredos de CEO da Bitmain

Zuoxing Yang, que agora é CEO da rival MicroBTC da Bitmain, foi preso na China acusado de “roubar” os segredos da empresa de Jihan Wu, segundo informou um site do governo Chinês. A ordem de prisão teria sido aprovada pelo procurador do distrito de Nanshan, cidade de Shenzhen.

Yang foi ex-diretor de design de processadores da Bitmain, responsável por desenvolver os principais modelos AntMiner S7 e S9 da empresa por volta de 2016. No entanto, ele deixou a empresa e levantou mais de US$20 milhões para fundar a MicroBT, que produz a linha de dispositivos de mineração WhatsMiner. A MicroBTC é considerada por alguns como a fabricante de hardware mais eficiente e a mais competitiva concorrente da Bitmain no mercado de mineração de criptoativos.

Antes de deixar a empresa, Yang teria discutido com Micree Zhan e Jihan Wu sobre como gostaria de ser “tratado” na Bitmain, contudo suas reivindicações não foram atendidas, fazendo Yang deixar a empresa para ajudar a MicroBTC. Hoje, o modelo de ASIC da empresa já tem cerca de 40% de participação no mercado, que antes era dominado majoritariamente pela Bitmain.

No entanto, os antigos laços de Yang com a Bitmain têm sido uma fonte de problemas para o CEO pois ele vem sendo acusado de ter “roubado” os segredos da empresa para ajudar a MicroBTC a tornar-se competitiva, levando a recente prisão de Yang por crimes contra propriedade intelectual. O CEO da MicroBTC foi acusado de retirar todos os códigos S9 antes de deixar o emprego, além de vazar o código para outros fabricantes de máquinas de mineração, levando outros fabricantes a alcançarem rapidamente a Bitmain.

Embora tenha sido preso, Yang deve responder às acusações em liberdade, mas sua prisão ajudou a tonar mais evidente as brigas internas de poder na Bitmain.

Leia também: Bitmain inicia expansão para a América do Sul

Forex Crypto News: Cripto Facil