Corinthians conversa com empresa emissora do token da Juventus

Em março deste ano, o CriptoFácil noticiou o lançamento da Timãocoin, a criptomoeda do clube de futebol Corinthians lastreada no Real. A criptomoeda foi originada na plataforma Footcoin, criada por empresários brasileiros.

O objetivo da Timãocoin é estreitar a relação entre torcida e equipe, criando um marketplace específico para o clube que apresenta vantagens para comprar passagens em companhias aéreas, restaurantes e lojas de produtos temáticos.

As transações serão feitas por meio de um cartão de crédito da bandeira Mastercard, no qual as Timãocoins serão automaticamente convertidas em Reais no ato do pagamento. Foi relatado que cada Timãocoin terá o valor de R$10.

Agora, conforme noticiou o portal Meu Timão nesta terça-feira, 19 de novembro, uma outra empresa de emissão de criptomoedas está conversando com o Corinthians. A Chiliz, responsável pela emissão de tokens de grandes clubes de futebol – inclusive do Juventus, conforme noticiado pelo CriptoFácil -, acionou clubes brasileiros e o importante time paulista está na lista.

Alexandre Dreyfus, CEO da Chiliz, comentou que o Corinthians tem interesse em juntar-se à rede da Chiliz. O aplicativo da empresa de criptomoedas é muito semelhante ao modelo já apresentado pelo Corinthians, em que tokens do time são coletados e podem ser trocados por recompensas, embora a loja ainda não esteja disponível no aplicativo da Chiliz.

Desta forma, não é certo se o Corinthians substituirá a plataforma da Footcoin, ou se o clube de São Paulo disponibilizará mais uma opção por meio da qual seus torcedores poderiam adquirir produtos de forma facilitada.

Ainda segundo Dreyfus, os clubes brasileiros ficam com um pé atrás ao serem abordados, por conta da enxurrada de notícias negativas envolvendo criptoativos no país. Contudo, o CEO da Chiliz afirma que mantém seus planos de adentrar ao mercado brasileiro.

Leia também: Conheça a Timãocoin: criptomoeda do Corinthians lastreada no Real

Forex Crypto News: Cripto Facil

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *