CoinGecko lança seção de derivativos de criptomoedas

A CoinGecko anunciou o lançamento de sua própria seção de derivativos de criptomoedas, conforme noticiou a Cointelegraph nesta terça-feira, 29 de outubro.

O agregador de dados afirmou que sua nova seção de derivativos de criptomoedas oferecerá informações adicionais, de forma que os usuários possam manter o controle de mais de 100 produtos derivativos em mais de 20 exchanges.

De acordo com a CoinGecko, esta oferta é a primeira gratuita, com acesso livre a dados vitais de produtos derivativos de criptomoedas, como valor, taxas, fundos, volume de negociação e mais. O CEO da CoinGecko TM Lee afirmou:

“Este ano, nós observamos um forte crescimento no mercado de derivativos de criptomoedas. Nós estamos animados sobre o potencial crescimento de derivativos de criptomoedas e buscamos democratizar o acesso a dados, enquanto continuamos comprometidos com a maturação da esfera de ativos digitais.”

Os mercados de derivativos de criptomoedas, de fato, experienciaram um rápido crescimento, e atingiram recordes no mês de setembro. A gigante do ramo BitMEX, por exemplo, ultrapassou os US$9 bilhões em volume diário de negociações após o Bitcoin ascender mais de 40% em um único dia.

Além disso, a plataforma focada em investidores institucionais Bakkt experienciou um salto massivo, negociando 1.183 contratos Futuros de Bitcoin no dia 25 de outubro. Em comparação aos 331 contratos (US$3,1 milhões) do dia anterior, o aumento em 24 horas beirou os 260%.

Em agosto, a CoinGecko anunciou uma parceria com a rede de análise de blockchain e anti-lavagem de dinheiro Coinfirm em uma tentativa de melhorar seu algoritmo de confiabilidade das exchanges – bem como dar aos usuários formas de relatar golpes e hacks.

Aparentemente, a CoinGecko pretende utilizar a AMLT Token Network juntamente com a plataforma de análise da Coinfirm para melhorar seu sistema de classificação.

Leia também: Confira 8 ferramentas para análise do mercado de criptoativos

Forex Crypto News: Cripto Facil

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *