China pode legalizar mineração de Bitcoin

China pode legalizar mineração de Bitcoin

A China, principal centro de mineração do mundo, pode estar caminhando para uma legalização da atividade de mineração.

Recentemente, as autoridades da província chinesa de Sichuan, conhecida como capital mundial de mineração de Bitcoin, organizaram um seminário sobre o tema. De acordo com fontes presente no evento, a iniciativa foi uma tentativa de incentivar as operações de mineração de criptomoedas na região.

Desta forma, o objetivo é que mineradores de Bitcoin ajudem a consumir a hidroeletricidade excessiva da região. Assim, compensando as perdas econômicas causadas pelo surto de coronavírus.

O seminário

No seminário, as autoridades disseram que usariam as vantagens do território para acelerar a construção de um parque de consumo de energia hidrelétrica voltado para atender mineradores de Bitcoin. A proposta foi particularmente feita pela Prefeitura Autônoma Tibetana de Garze, na província ocidental de Sichuan.

Afinal, os abundantes recursos hidrelétricos durante a estação chuvosa (geralmente de maio a outubro), bem como o clima frio em Garze, fizeram de Garze uma das regiões mundiais que mais concentram atividades de mineração de Bitcoin.

Além de Garze, outras cidades como Ya’an e Aba em Sichuan também abrigam mineradores de Bitcoin.

Embora as três regiões citadas tenham o menor PIB na província de Sichuan, elas são ricas em recursos hidrelétricos.

Desta forma, pretende-se usar esses recursos para alimentar as operações de mineração de Bitcoin e, com isso, criar empregos e benefícios econômicos para os habitantes locais. Nesse sentido, a mineração de criptomoedas é uma das poucas indústrias verdes que podem trazer certa renda para a população local.

Garze segue os passos de Ya’an

No final de abril, a cidade de Ya’an foi pioneira em emitir uma orientação pública para apoiar a mineração de criptoativos. Agora, a cidade vizinha de Ya’an, Garze, está publicamente mostrando apoio à indústria de mineração de Bitcoin.

“Nós vamos tornar a tecnologia blockchain como projeto estratégico e fundamental … aumentar o apoio a essas empresas de blockchain com eletricidade, impostos e serviços financeiros”, disse recentemente o chefe do governo de Garze.

Políticas positivas podem ser um “alívio” depois do halving

As políticas positivas das autoridades de Sichuan com relação a mineração de Bitcoin podem ser um “alívio” após o halving.

Afinal, o preço do Bitcoin permanece negociando lateralmente após o halving, na faixa de US$ 9 mil. Este fato pode impactar a indústria e causar o desligamento de equipamentos menos eficientes.

Assim, o apoio dos governos locais será uma atração para os mineradores de Bitcoin. Além disso, há um significado positivo para a legalização da mineração de Bitcoin no país. Isso porque, anteriormente, as operações de mineração de criptomoedas foram desfavorecidas pelas autoridades chinesas.

Leia também: China cria centro de comércio de ativos digitais para promover uso de CBDC

Leia também: Banco Central da China quer acelerar adoção de tecnologias Blockchain

Leia também: Ex-presidente do Banco Central da China afirma que yuan digital pode substituir o dinheiro vivo

Forex Crypto News: Cripto Facil