Chainlink dispara 16% e atinge sua máxima histórica

Chainlink dispara 16% e atinge sua máxima histórica

A Chainlink (LINK) bateu nesta sexta-feira (15) sua máxima história de US$ 21. Em reais, a máxima ultrapassou os R$ 111.

Nas últimas 24 horas contadas desta matéria, a LINK valorizou 16%. No acumulado da semana, a valorização supera 23%.

É possível que a alta esteja vinculada à recente decisão da Paxos, que entrou no universo de finanças descentralizadas pela blockchain da Chainlink.

Chainlink atinge máxima histórica

No momento da escrita desta matéria, a LINK está cotada a R$ 100,09. Em dólares, a criptomoeda está cotada a US$ 19,14.

Gráfico com a variação de preço da Chainlink nas últimas 24 horas
Gráfico com a variação de preço da Chainlink nas últimas 24 horas. Fonte: CoinMarketCap

Trata-se de uma valorização de 18% nas últimas 24 horas. De acordo com dados do IntoTheBlock, todos os endereços da LINK estão lucrando na cotação atual.

Dados da rede Chainlink
Dados da rede Chainlink. Fonte: IntoTheBlock/Twitter

Ainda de acordo com os dados compartilhados pela empresa, o momento atual da LINK é positivo.

O número de endereços guardando a criptomoeda também bateu recorde, com 335,8 mil optando por não negociar por enquanto.

Dentro das dez maiores criptomoedas em valor de mercado, a valorização semanal da LINK só perde para o desempenho da Polkadot.

Contudo, ainda é cedo demais para os fogos de artifício. Embora tenha rompido a marca dos US$ 21, a Chainlink falhou em prosseguir acima da resistência.

Em outras palavras, a LINK ficou pouco tempo dentro de sua zona de descoberta de preço.

Razão da alta

Nas últimas 48 horas, Polkadot e Chainlink estão com bons desempenhos. Curiosamente, ambas se relacionam com o ramo de finanças descentralizadas, ou DeFi.

No caso da LINK, uma das possíveis causas é o anúncio da Paxos feito na quinta-feira (14). A empresa utilizará a blockchain da Chainlink para emitir sua stablecoin baseada em dólar, a Paxos Standard (PAX).

A Chainlink irá fornecer contratos inteligentes a fim de fornecer confiabilidade na emissão, comprovando o lastro das stablecoins.

Com essa decisão, a Paxos espera que a stablecoin PAX ganhe tração dentro do ramo de DeFi.

Leia também: Trader erra e vende criptomoedas a R$ 0,02 na BitcoinTrade

Leia também: Bitcoin lança sua nova versão; saiba o que muda agora

Leia também: Estagiário larga emprego por day trade e diz fazer R$ 700 mil

Forex Crypto News: Cripto Facil