CEO da Dreams Digger anuncia restruturação e saques são paralisados

A Dreams Digger é uma plataforma que, supostamente, vende cursos para seus afiliados. Ela já foi acusada de ser pirâmide financeira e talvez por isso tenha anunciado no início de dezembro a descontinuidade das suas atividades no setor de marketing multinível. De acordo com um vídeo publicado no dia 18 de dezembro, o CEO da empresa falou sobre as mudanças realizadas por ela e justificou a paralisação nos saques.

Nas últimas horas, as reclamações envolvendo as paralisações nos saques da Dreams Digger (ou DD Corporation, como também é conhecida) começaram a se amontoar no site Reclame Aqui. Apenas nas últimas 24 horas, 12 reclamações foram feitas sobre problemas nos saques – de um total de 37 reclamações registradas contra a empresa em toda sua existência.

Problema da plataforma

Em um vídeo publicado no dia 18 de dezembro, Leonardo Araújo, CEO da Dreams Digger, justificou a impossibilidade de sacar valores. Junto com o vídeo, que foi compartilhado em diversos grupos do WhatsApp, há uma mensagem dizendo que “todo o capital e investimentos estão assegurados, e continuam rendendo”.

Araújo começa justificando que a empresa de tecnologia contratada para criar a plataforma da Dreams Digger sempre apresentou diversos problemas, gerando problemas nos “bônus” ofertados pela plataforma em seu segmento de marketing multinível. O CEO da empresa afirma que alguns bônus foram pagos três vezes à mesma pessoa.

Ele menciona ainda um “hacker” que, em agosto, transferiu valores existentes em contas de usuários da Dreams Digger para outras contas. É relatado ainda um bug utilizado por este hacker, que conseguiu sacar de forma indefinida a quantia de 700 dólares estadunidenses, gerando um suposto prejuízo à Dreams Digger de 8,40700785 Bitcoins.

Ao final de tudo, o hacker se revelou um “amigo” e deu dicas de segurança – inclusive assinando o email como “hacker amigo”. Araújo exibe mensagens de outro “hacker” de novembro, que teria sido supostamente contratado por uma empresa concorrente para atacar o sistema da Dreams Digger.

Justificativas

O representante da Dreams Digger conclui então que o modelo de marketing multinível foi encerrado em virtude das falhas supostamente apresentadas pela empresa terceirizada que geria a plataforma. É justificado ainda o fato do site estar fora do ar, tal evento se dando em decorrência das supostas falhas da plataforma antiga, que foi descontinuada para dar vida a uma nova plataforma.

Por fim, toda responsabilidade pela instabilidade nos saques foi direcionada à empresa responsável pela plataforma. Araújo afirma que uma auditoria será feita sobre os valores mantidos em conta e, para isso, usuários precisam realizar novamente um procedimento de identificação de clientes (KYC) – acrescido de outras informações.

Durante este período de auditoria, que Araújo afirma que durará até o dia 10 de fevereiro, os saques estarão interrompidos. Para ver com detalhes os documentos necessários, bem como todas as justificativas apresentadas pelo CEO da Dreams Digger, assista o vídeo na íntegra:

Leia também: Dreams Digger anuncia fim do seu ramo de marketing multinível

Forex Crypto News: Cripto Facil

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *