CEO da BitMEX prevê Bitcoin cotado a US$ 20 mil em 2020

CEO da BitMEX prevê Bitcoin cotado a US$ 20 mil em 2020

O CEO da BitMEX, Arthur Hayes, publicou um artigo em 10 de abril na Crypto Trader Digest no qual lança suas previsões sobre o futuro do Bitcoin e como a principal criptomoeda deve se comportar em 2020. Segundo ele, após o halving, haverá uma queda de até 35% no hashrate do BTC porém, até o final do ano, o criptoativo deve bater seu valor histórico e chegar a US$ 20 mil.

Comentando sobre a pandemia, Hayes disse que o governo dos EUA pode imprimir dinheiro suficiente para inicialmente resistir às consequências do coronavírus. No entanto, devido em parte à queda na demanda de mercadorias estrangeiras e à acumulação de dinheiro dos bancos americanos, ele acredita que o dólar não fluirá para as empresas e nações que mais precisam – desencadeando uma precipitação generalizada que “destruirá a economia global”.

“O Fed pode imprimir o dólar que quiser, mas as empresas e os países que mais precisam não terão acesso a esse dinheiro. Não tenho ideia de tempo, mas o dólar forte quebrará as costas da economia global e forçará uma redefinição. A questão é como será o novo sistema”, destacou.

Neste cenário, segundo Hayes, o Bitcoin se beneficiará, especialmente se os EUA decidirem digitalizar o dólar, criando uma CBDC (Moeda Digital de Banco Central) americana: “Tudo o que sei é que a configuração do Bitcoin, sua forma de dinheiro digital, não poderia ser melhor”, disse.

Segundo ele, para entregar diretamente ao povo este “novo” dinheiro que está sendo “produzido” para conter a crise do coronavírus, os governos terão que digitalizar suas moedas. Isso educará a população sobre dinheiro digital. Depois de entenderem o dinheiro digital fiduciário, eles procurarão uma versão eficiente para evitar os estragos da inflação.

“Se você acreditava que Libra poderia educar as massas sobre as alegrias das moedas digitais, imagine quando todos gastam seus cupons de alimentos por meio de um aplicativo móvel”, disse.

No curto prazo, Hayes diz que espera que os mercados globais sofram mais uma derrota e que o S&P 500 volte a testar 2.000. Juntamente com os mercados tradicionais, Hayes prevê que o BTC poderia facilmente cair para US$ 3.000. Ele adverte os comerciantes a comprarem o mergulho por sua conta e risco. Embora Hayes diga que não sabe ao certo o tempo de suas previsões, ele espera que um grande rali de Bitcoin aconteça este ano, que traga a principal criptomoeda de volta ao seu nível mais alto.

“Por mais violento que tenha sido o colapso do primeiro trimestre nos valores dos ativos, temos quase 100 anos de desequilíbrios para relaxar o regime antigo. Minha meta de preço para o final de 2020 continua sendo de US$ 20 mil”, finalizou.

Leia também: Bitcoin cai 5% durante a madrugada e fica abaixo dos US$ 7.000

Forex Crypto News: Cripto Facil