Brasileiro investe Camaro em suposta pirâmide financeira e perde carro e CNH

Pensando estar investindo seu Camaro (carro da Chevrolet) em Bitcoins e com a promessa de receber em troca um lucro de 31% ao mês sobre o valor do bem, um investidor brasileiro perdeu seu carro e sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação). O homem afirma ter trocado seu veículo, avaliado em R$ 20 mil, por um investimento da STM Operações e Investimentos, empresa acusada de atuar como pirâmide financeira que utiliza Bitcoins, de acordo com a decisão judicial publicada na última sexta-feira, 06 de dezembro. As informações são do site de notícias Cointelegraph.

O retorno esperado por ele era de aproximadamente R$37 mil por mês, mas ele recebeu em troca apenas as multas do novo proprietário do Camaro. As infrações fizeram com ele que perdesse o direito de dirigir por exceder a pontuação limite em sua CNH.

Agora, sua única esperança é recuperar o investimento por meio do processo judicial que abriu junto à 2ª Vara Judicial do Foro de Embu das Artes. Na ação processual consta a seguinte informação:

“Em síntese, alegou ter firmado Contrato de Investimento em moedas Bitcoin, e que ofereceu seu veículo Modelo CAMARO, cor prata, placa ETN-9959, avaliado em R$120.000,00 (cento e vinte mil reais), com de devolução de 31% (trinta e um por cento) mensais, sobre seu aporte. Aduziu que o requerido Saulo Gonçalves recebeu o veículo, e passado algum tempo, chegaram diversas multas, fazendo com que perdesse sua CNH. Sustentou que além do inadimplemento contratual, a empresa requerida desapareceu.”

Na ação, o investidor requereu a tutela antecipada para busca e apreensão do carro, além da rescisão contratual, do bloqueio de bens, restituição dos valores e danos morais. A justiça atendeu parcialmente aos pedidos do investidor e ordenou a devolução do veículo, a rescisão de contratos e o pagamento dos custos processuais.

No entanto, esse não foi o único caso de investidor enganado pela STM Operações e Investimentos. Outras 7 mil pessoas também teriam sido vítimas da empresa que operava sem autorização da Comissão de Valores Imobiliários (CVM). Depois de enganar os investidores, o dono e o principal operador da STM Saulo Roque teriam desaparecido sem cumprir com os contratos.

Leia também: Pesquisa mostra que 11% dos brasileiros já tiveram perdas com pirâmides financeiras

Forex Crypto News: Cripto Facil