BNDES e PUC-Rio lançam projeto Conexão Blockchain

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), empresa pública federal sediada em Brasília, em parceria com a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), lançou um portal para conectar empresas e profissionais que trabalham com tecnologia blockchain

O projeto, chamado de Conexão Blockchain, funciona como o “páginas amarelas” e tem como objetivo apoiar pesquisadores, empreendedores e executivos na divulgação de suas iniciativas e na descoberta de outras iniciativas do setor pelo país. Foi o que afirmou o comunicado de imprensa compartilhado com o site de notícias Cointelegraph nesta terça-feira, 17 de dezembro. 

O informe explica que o projeto, desenvolvido depois que o BNDES fez um levantamento de 350 iniciativas voltadas para blockchain no Brasil, permite conectar pessoas e empresas de forma distribuída. Isso porque o cadastro na plataforma é auto-declaratório e, assim, mantém as informações “atuais e gradativamente mais representativas”.

O Conexão Blockchain oferece aos usuários diversos cenários de uso da plataforma, como por exemplo: assinatura digital, tokenização, transparência, meios de pagamento, Ofertas Iniciais de Criptomoedas (ICOs), rastreabilidade, auditoria, entre outros.

De acordo com o BNDES, desde que a plataforma foi lançada, cerca de 150 iniciativas, 16 entidades e 28 profissionais já se cadastraram como fonte das iniciativas nacionais de blockchain. 

De olho nas possibilidades da tecnologia

O BNDES está atento às novas possibilidades da blockchain. Conforme reportou o CriptoFacil, o banco realizou em 03 de dezembro, um evento no Rio de Janeiro focado na tecnologia. O II Fórum BlockchaiGov abordou a utilização da blockchain nos serviços prestados pelos governos, bem como sua aplicação para dar mais confiabilidade aos dados de interesse público. Durante a divulgação do evento, a instituição destacou:

“A blockchain e outras tecnologias de registros distribuídos experimentaram um enorme hype nos últimos anos. Esse momento, no entanto, passou e as iniciativas estão começando a ser desenvolvidas e implementadas na prática – em menor quantidade, porém com mais investimentos.”

Leia também: Junta Comercial do Ceará destaca o uso de blockchain em evento do BNDES

Forex Crypto News: Cripto Facil

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *