“Blockchain é uma revolução”, diz braço direito de Paulo Guedes em live com QR Capital

“Blockchain é uma revolução", diz braço direito de Paulo Guedes em live com QR Capital

Durante sua participação em uma live, promovida pela holding brasileira QR Capital nesta terça-feira, 5 de maio, o Secretário de Política Econômica do governo federal, Adolfo Sachsida, destacou que a tecnologia blockchain é “uma revolução”. Na ocasião, o braço direito do ministro da Economia Paulo Guedes, debateu as expectativas para o cenário econômico pós-pandemia do coronavírus.

Na transmissão, Sachsida ainda comentou sobre o potencial que a tecnologia blockchain tem para desburocratizar o mercado e também questionou a velha cultura cartorial brasileira:

“Blockchain é uma revolução. Como vai ficar a realidade dos cartórios com a blockchain? Usar essa tecnologia é bem mais eficiente e barato. Essa crise vai nos machucar. Teremos que rever uma série de conceitos. Convido a sociedade para discutir sobre isso, é uma discussão necessária”, ressaltou o secretário.

A conversa contou com a participação de Theodoro Fleury, gestor da QR Asset Management, gestora controlada pela holding QR Capital, e de Felippe Hermes, editor do BlockTrends, canal de análises e tendências do mesmo grupo.

“Padrão-ouro”

Sachsida também defendeu, durante a live, as teorias da Escola Austríaca, que sustentava o “padrão-ouro”. A escola sugeria que seria mais coerente adotar uma commodity escassa e independente de estados, como o ouro, para ser moeda-base da economia, argumento que é bastante usado pelos entusiastas do Bitcoin.

Um dos austríacos citados por Sachsida foi Friedrich Hayek, nobel da Economia em 1974, que defendia a moeda privada. Segundo ele, isso geraria uma competição saudável, resultando em maior estabilidade em poder de compra e maior dificuldade de falsificação dessas moedas. O único entrave para esse sistema seria a confiabilidade no emissor, o que seria resolvido com a blockchain.

Perspectiva econômica

No que diz respeito à perspectiva econômica, Sachsida destacou que é importante confrontar a dura realidade.

“Ou faremos reformas pró-mercado ou continuaremos um país de renda média. Se queremos ir para o caminho da prosperidade, pagaremos um custo, o custo das reformas – encerrou o secretário.

Leia também: Distrito Federal destinará R$ 10 milhões para soluções em saúde digital como blockchain

Leia também: Startup de blockchain apoiada pela Porsche, arrecadou R$ 31 milhões em novos financiamentos

Leia também: Senado dos EUA planeja utilizar blockchain em votações

Forex Crypto News: Cripto Facil