Bitcoin sofre queda de 4% e fica abaixo dos R$ 48.000

Bitcoin sofre queda de 4% e fica abaixo dos R$ 48.000

O Bitcoin se relacionou constantemente na semana passada com a zona dos R$ 50.000, chegando até mesmo a ultrapassar os R$ 52.000 em alguns momentos. Contudo, o criptoativo inicia a presente semana com um declínio de 4% nesta segunda-feira, 04 de maio. Em dólares, a cotação do BTC continua acima dos US$ 8.700, zona onde encontrou sua mínima intradia. Como de costume, os outros criptoativos do mercado seguiram, em grande parte, a desvalorização do Bitcoin.

De acordo com dados obtidos pela ferramenta Coinmarketcap, o BTC declinou 3,97% nas últimas 24 horas contadas da escrita desta matéria, atualmente cotado a R$ 47.867,97. Sua máxima intradia atingiu a marca dos R$ 50.514,46, enquanto sua mínima intradia foi registrada durante a madrugada em R$ 47.655,49.

Enquanto isso, o volume de troca atual do BTC é de R$ 257,8 bilhões.

Preço do mercado de criptomoedas

O mercado de criptoativos respondeu à queda do BTC, seguindo junto no tombo junto com a criptomoeda dominante do mercado. No top 10, EOS, Bitcoin Cash e Bitcoin SV escorregaram respectivos 7,21%, 7,09% e 6,51%. O restante do grupo exibiu perdas que variaram entre 4,50% e 6,46%.

Já no top 20, Ethereum Classic, Monero e Cardano foram as criptomoedas com as piores performances, com respectivas quedas de 7,07%, 8,02% e 7,84. Os outros criptoativos do grupo sofreram quedas entre 3,39% e 6,53%.

Até o fechamento deste artigo, o valor total do mercado de criptoativos era de R$ 1,3 trilhão. A dominância do BTC está em 66%.

A cotação do dólar utilizada para converter os valores foi de R$ 5,51.

Leia também: O Bitcoin é dinheiro?

Leia também: Charlie Shrem afirma que Bitcoin é uma aposta melhor do que o dólar

Leia também: Empresa de mineração de Bitcoin listada na Bolsa de Londres reporta lucro de 1.000%

Forex Crypto News: Cripto Facil