Bitcoin sofre queda de 2% e volta aos R$ 48.000

Bitcoin sofre queda de 2% e volta aos R$ 48.000

O Bitcoin escorregou nesta quarta-feira e saiu da zona dos R$ 50.000, indo parar em R$ 48.000.

A queda prejudicou as altcoins, que acompanharam a movimentação e também apresentaram queda.

Por sua vez, a Ibovespa opera com uma alta de 0,67%.

Bitcoin sofre queda

De acordo com dados obtidos pela ferramenta Coinmarketcap, o BTC declinou 2,26% nas últimas 24 horas contadas da escrita desta matéria, atualmente cotado a R$ 48.368,41.

A atual cotação corresponde à mínima intradia do criptoativo. Enquanto isso, sua máxima intradia foi registrada em R$ 49.803,28.

Por fim, o volume de troca do BTC é de R$ 92,6 bilhões.

Gráfico com as variações de preço do Bitcoin nas últimas 24 horas
Gráfico com as variações de preço do Bitcoin nas últimas 24 horas

Mercado de criptoativos apanha

Com a queda do Bitcoin, é inevitável impedir uma queda das altcoins.

No top 10, EOS, Litecoin e XRP caíram respectivos 2,64%, 2,04% e 2,01%. O restante do grupo apresentou quedas entre 1,10% e 1,62%.

A única sobrevivente foi a Cardano, que avançou 1,17%.

Igualmente no top 20, os criptoativos do grupo também tropeçaram. Tron, Monero e Crypto.com Coin declinaram respectivos 2,13%, 1,89% e 2,28%.

Entretanto, Chainlink, Tezos e UNUS SED LEO conseguiram prosperar, valorizando respectivos 3,93%, 1,08% e 1,11%.

Até o fechamento deste artigo, o valor total do mercado de criptoativos era de R$ 1,38 trilhão, R$ 40 bilhões a menos em relação ao dia anterior. A dominância do BTC está em 64,5%.

Por fim, a cotação do dólar utilizada para converter os valores foi de R$ 5,15.

Leia também: Weiss Ratings prevê Bitcoin cotado a R$ 1 milhão

Leia também: 2020 é ano de acumulação de Bitcoin, indica pesquisa

Leia também: PayPal pode oferecer compra e venda de Bitcoin em breve

Forex Crypto News: Cripto Facil