Bitcoin sofre correção após o halving; Altcoins vão na contramão e valorizam

Bitcoin sofre correção após o halving; Altcoins vão na contramão e valorizam

O terceiro halving do Bitcoin ocorreu na segunda-feira, 11 de maio, seguido de uma leve correção. O valor do BTC, em Reais, está situado na zona dos R$ 50.700.

Entretanto, boa parte do valor foi impulsionada pela cotação atual do dólar. Desta forma, o BTC está cotado a um valor maior do que o dia anterior, mesmo sofrendo uma leve correção. Por outro lado, as altcoins passaram por valorizações.

De acordo com dados obtidos pela ferramenta Coinmarketcap, o BTC declinou 0,62% nas últimas 24 horas contadas da escrita desta matéria, atualmente cotado a R$ 50.777,37 – cerca de R$ 400 a mais em relação ao dia anterior. Sua máxima intradia foi registrada em R$ 52.394,12.

Enquanto isso, a mínima intradia do BTC foi registrada em R$ 48.571,05. Por fim, seu volume de troca registrado é de R$ 326,5‬ bilhões.

a mínima intradia do BTC foi registrada em R$ 48.571,05. Por fim, seu volume de troca registrado é de R$ 326,5‬ bilhões.

Altcoins sobem durante queda do Bitcoin

Apesar da queda do Bitcoin, as altcoins aproveitaram o dia após o halving para valorizar. No top 10, Tezos, Bitcoin SV e Binance Coin apresentaram respectivos ganhos de 3,13%, 3,28% e 5,18%.

Para o restante do grupo, os ganhos variaram entre 0,16% e 1,28%.

O top 20 também foi recheado de ganhos pós-halving do BTC. Cardano, Stellar e Tron apresentaram respectivas valorizações de 6,61%, 5,27% e 4,28%.

O restante dos ativos do grupo registrou ganhos entre 0,16% e 1,12%.

Até o fechamento deste artigo, o valor total do mercado de criptoativos era de R$ 1,39 trilhão, R$ 20 bilhões a mais em relação ao dia anterior. A dominância do BTC está em 66,9%.

Forex Crypto News: Cripto Facil