Bitcoin perdeu para 4 criptomoedas que valorizaram 400%

Bitcoin perdeu para 4 criptomoedas que valorizaram 400%

O Bitcoin (BTC) é, sem dúvidas, a criptomoeda mais popular do mercado e gerou ganhos expressivos no último mês.

Entretanto, há pelo menos 4 moedas digitais que cresceram mais de 400% em apenas 30 dias. Assim, elas conseguiram superar o BTC em termos de valorização.

Criptomoedas superam Bitcoin em valorização

Conforme informou na sexta-feira (15) o canal de notícias e atualizações de blockchain CryptoDiffer, um desses criptoativos é o da plataforma de staking Ramp DeFi (RAMP).

O token valorizou 465% nos últimos 30 dias (até o dia 15 de janeiro) e superou o BTC em quase 5 vezes no período.

No dia 16 de dezembro, a criptomoeda estava sendo negociada a US$ 0,04 (R$ 0,21). Já no dia 13 de janeiro a RAMP disparou para US$ 0,28 (R$ 1,48), de acordo com a CoinGecko.

Gráfico do RAMP
Gráfico do RAMP. Fonte: CoinGecko

Outro ativo digital que teve uma performance melhor que a do Bitcoin foi o pouco conhecido protocolo de pagamento Telcoin (TEL).

Segundo o CryptoDiffer, o TEL explodiu 418% em um mês, superando a valorização do Bitcoin em 4,3 vezes.

Como mostra a CoinGecko, TEL continua crescendo depois de sair de uma baixa de US$ 0,00016 (R$ 0,00085) em 16 de dezembro para os US$ 0,001 (R$ 0,0053) atuais. 

Gráfico de TEL
Gráfico de TEL. Fonte: CoinGecko

Criptoativos subiram mais de 400%

A terceira moeda que deixou o Bitcoin para trás foi o protocolo de rastreamento de transações de blockchain Parsiq (PRQ). O CryptoDiffer destacou que o token cresceu 414% em 30 dias. Com isso, superou o desempenho do BTC em 4,2 vezes.

O CoinGecko mostra que o PRQ está em uma tendência de alta acentuada. Afinal, a criptomoeda  registrou um novo máximo histórico de US$ 1,78 (R$ 9,43) no dia 16 de janeiro. Já no dia 16 de dezembro, o token custava US$ 0,18 (R$ 0,95).

Gráfico do PRQ
Gráfico do PRQ. Fonte: CoinGecko

Por fim, a quarta moeda digital a superar o Bitcoin foi o DeFiChain (DFI), com um aumento de 401%. Portanto, a plataforma que visa fornecer aos usuários acesso contínuo aos serviços de finanças descentralizadas (DeFi) também superou o Bitcoin.

Mais precisamente, a performance foi 4,1 vezes superior nos 30 dias anteriores a 15 de janeiro, de acordo com a CryptoDiffer.

Segundo o CoinGecko, o DFI está sendo negociado atualmente a US$ 2,64 (R$ 13,98), após subir de US$ 0,53 (R$ 2,81) em 16 de dezembro.

Gráfico do DFI
Gráfico do DFI. Fonte: CoinGecko

Leia também: Bitcoin respeita o “compre na baixa, venda na alta”? Analista diz que não

Leia também: Quer investir em Bitcoin? Especialistas indicam as melhores formas

Leia também: Coinbase anuncia medidas para evitar quedas durante alta do Bitcoin

Forex Crypto News: Cripto Facil